Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Lá em Casa Mando Eu acha que Marcano é grande, Lá em Casa Mando Eu adora Marcano, Lá em Casa Mando Eu nunca diria mal de Marcano

Catarina Pereira ia adormecendo no sofá, ao intervalo do Portimonense-FC Porto (2-3), mas depois ainda ia a tempo de ter um enfarte, antes de aparecer Marcano a salvar o dia

Catarina Pereira (Lá em Casa mando EU)

Gualter Fatia

Partilhar

Marchesín
É a segunda vez em 5 jornadas que vê um cartão amarelo por perder tempo nos pontapés de baliza quando a equipa está a ganhar, sendo que a primeira foi na Luz. Desta vez, esta atitude veio a revelar-se muito importante, já que o FC Porto bem precisou de tempo de desconto para ganhar isto.


Corona

Foi o primeiro de muitos a colocar adversários em jogo para dar mais emoção à partida, conseguindo esse e outros objetivos, como o de quase me provocar um enfarte, mas falhando no essencial: uma linha defensiva. Uma. Digam uma!


Pepe

Não teve trabalho praticamente nenhum, até ao Portimonense se lembrar de atacar. Penso que é bastante desagradável estas equipas estarem dois terços do jogo sem fazer nada e, de repente, parece que vale chatear quem já está a lutar para não adormecer no sofá. Bem, sobre Pepe, dizia eu: bendita recuperação a tempo de jogar esta partida, que evitou que o próprio tivesse batido em alguém na bancada quando a equipa se deixou empatar em três minutos.


Marcano

Não sei se anda desconcentrado, ou se desaprendeu algumas coisas, mas acho q ioejfio roe gjero gjefn elfvjv weifjwep GOLOOOOOOOOOOOO!!! GRANDE MARCAAAAAAAAANOOOO!!! ADORO-TEEEEEEEEE! NUNCA DIRIA MAL DE TIIIIIIIIIIIIIIII!!!

Alex Telles
Marcou um golo de penálti e nunca me canso de o sublinhar, porque é o FC Porto e foi um penálti. Acabou o jogo a levar o cartão vermelho mais útil de que me recordo nos últimos tempos e, como tal, fica aqui o meu enorme obrigada. Amanhã vai andar tudo a falar do Marcano e não sei o quê, mas eu não me esquecerei de quem evitou o 3-2 para o Portimonense com um gesto de puro altruísmo.

Danilo

Não esteve bem o senhor comendador no capítulo da finalização, talvez porque não é o seu forte. Mas a verdade é que não se cansou de tentar, talvez porque está com ciúmes de William Carvalho marcar tantos na seleção.

Uribe

Excelente a assistência para Zé Luís no segundo golo e mais uns quantos bons pormenores. Desculpem, é que não tenho mais nada para dizer sobre ele. E pensar que há um 16 que não calça no Atlético de Madrid que fazia estes textos escreverem-se sozinhos…

Otávio

Dada a ausência de Romário Baró, aproveitou a titularidade com uma boa exibição, mas sobretudo mostrou uma enorme decência ao afastar o treinador de Nakajima no final do jogo. Parabéns por isso.


Luis Díaz

Entrou com toda a pica e foi-se apagando um pouco, talvez porque está cansado, ou talvez porque pensou que já estava ganho, mostrando que está perfeitamente adaptado ao estilo de jogo e pensamento deste FC Porto.


Marega

As más línguas vão dizer que desperdiçou umas oportunidades e estragou umas jogadas, ou que deveria ter sido ele a sair e não Zé Luís, mas estou aqui para recordar-lhes que Moussa Marega não desperdiça, não estraga, nem sai de campo. Moussa Marega existe e vão ter de aprender a viver com isso.


Zé Luís

Lá marcou mais um golito, no caso o 0-2, que nos lançou para uma exibição tranquila e agradável. Foi substituído quando já estava 2-2, porque nem tudo na vida é tranquilo e agradável. Felizmente, ainda festejou o 3-2 no banco, já que o cabeceamento de Marcano foi tranquilo e agradável.


Nakajima
Felizmente, dá ideia que não percebe muito bem a língua portuguesa. Esperemos que também não tope nada de linguagem gestual.


Soares

Atenção, senhores leitores: o facto de Soares levar 0 golos marcados esta época é pura coincidência.

Fábio Silva
Entrou em campo aos 94 minutos, depois da equipa que esteve a vencer 0-2 se ter deixado empatar. Poderia dizer-se que não é um excelente contexto para lançar um jovem de 17 anos, mas também poderia apenas festejar-se uma vitória arrancada a ferros no último segundo. Poderia, poderia.

Marcano não adormeceu à sombra da bananeira

Houve dois jogos distintos em Portimão: na 1ª parte, o FC Porto dominou tranquilamente e ficou a vencer por 2-0; na 2ª parte, o Portimonense empatou... e, já nos descontos, valeu a cabeça de Marcano a salvar os três pontos para os portistas