Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Nas próximas eleições, escreva PEPE, rasgue o boletim de voto e faça um carrinho sobre as pessoas que estão nas mesas de voto

Por falar em defesas centrais, a Catarina Pereira, face portista do Lá em Casa Mando Eu, imaginou um diálogo de Mbemba com um amigo, na rua, quando regressar a casa nas férias, em que o amigo lhe pergunta o que anda a fazer na vida e ele responde: "Entro em campo quando alguém se lesiona"

Catarina Pereira (Lá em Casa Mando Eu)

MIGUEL RIOPA7Getty

Partilhar

Marchesín

Começo por elogiar o adversário, porque gostei bastante de estarem a perder 2-0 e não serem desagradáveis ao ponto de empatarem o jogo. Também acrescento, já agora, que adorei o pormenor de terem jogado com o equipamento alternativo sem razão aparente a não ser a de não nos incomodarem com as semelhanças ao principal do vocês-sabem-quem.

Corona

Mais uma boa exibição do nosso lateral adaptado, que viu um cartão amarelo porque o VAR descobriu uma simulação, revertendo a decisão de marcar penálti. No fundo, foi o mesmo que aconteceu com Sérgio Conceição um dia: foi ao VAR, reviu melhor o plantel e reverteu a decisão de jogar com Manafá ou Saravia a lateral.

Pepe

Dominou completamente o seu território, que controla ditatorialmente, sem qualquer cedência a estas modernices democráticas de eleições, campanhas, opiniões divergentes da sua e coisas assim. É provável que nas próximas eleições escreva PEPE em cima de todos os partidos, risque os que goste menos, rasgue o boletim de voto e faça um carrinho sobre as pessoas que estão nas mesas de voto.

Marcano

Claramente, pensa que Pepe seria a solução para o problema eleitoral espanhol.

Manafá

Jogo tranquilo e desenrascado do substituto de Alex Telles. Hoje não é preciso Sérgio Conceição ir ao VAR.

Danilo

Ótimo trabalho no primeiro golo do FC Porto e ainda esteve, mais uma vez, perto de marcar. Ainda assim, penso que nunca é demais recordar que o principal mérito do senhor comendador hoje foi o de evitar que o árbitro viesse contra ele.

Uribe

Mais um bom jogo com muita luta, muita intensidade e recuperações de bola. Também deixou um senhor com uma touca na cabeça, só para provocar Otávio.

Otávio

Gostei novamente da exibição, sobretudo dos passes a desmarcar os colegas (um deles inicia a jogada que dá o primeiro golo). Depois, andou picado com um senhor que tinha uma touca na cabeça, como se um senhor com uma touca na cabeça precisasse de ser picado para se sentir ridículo.

Luis Díaz

Foi o primeiro a criar perigo à baliza do Santa Clara, mas acabou por resignar-se ao destino: Zé Luís tinha de marcar e alguma vez alguém tinha de fazer um auto-golo que não fosse contra o Benfica.

Zé Luís

Mais um golo para a conta pessoal, mas acabei o jogo preocupada porque foi substituído a poucos minutos do fim e ficou com um ar triste no banco. Não percebo se por se ter ressentido da lesão e estar frustrado com isso, ou por ter percebido que vai mesmo jogar sempre com Marega. Zé Luís, anima-te! Nós estamos nisto há anos e já percebemos que acaba sempre com o Moussa a tirar-nos toda a tristeza.

Marega

Não marcou, mas distribuiu bem jogo. Vou parar, porque isto pode ter sido o suficiente para chocar alguns leitores.

Nakajima

Entrou numa fase em que o FC Porto precisava de controlar o jogo e de ter mais bola, mas foi numa tentativa de recuperação de bola que recebeu os aplausos do treinador. Não há, aliás, nada na vida mais bonito do que uma tentativa de recuperação de bola. Esperem, afinal há: aquele sorriso no final do jogo.

Soares

Mesmo depois da boa exibição na Liga Europa, está visto que vai ser difícil voltar ao onze, porque Zé Luís continua com veia goleadora e Marega continua a ser Marega. Animem-se!

Mbemba

Mbemba vai a casa nas férias e encontra um velho amigo na rua:

“- Então, Mbemba, que andas a fazer na vida?

- Entro em campo quando alguém se lesiona.

- Uau.”