Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Pepe esteve um pouco esquisito: sempre a pedir calma aos colegas e a afastá-los de confusões

Irónica ou não, Catarina Pereira, do Lá em Casa Mando Eu, considera aquilo que Corona fez ao Rafa - fintas e simulações com uma cueca pelo meio - como "feio, condenável, reprovável e, se for para levar a sério esta Liga, tem de ser castigado"

Catarina Pereira, Lá em Casa Mando Eu

Quality Sport Images

Partilhar

Marchesín

Ora bem, isto foi uma boa noite e tal, mas por mim o Marchesín passa a próxima semana a ter de dar sapatadas em tudo: bolas, pinos, bigornas, Maregas, o que houver, por acaso, no Olival. Para canto. Para canto!

Corona

Está a fazer um excelente campeonato, é realmente de salutar a forma como dá qualidade à equipa em qualquer posição, mas alguém tem de dizer isto e não vai ser o meu portismo a cegar-me neste momento: aquilo que ele fez ao Rafa é feio, condenável, reprovável e, se for para levar a sério esta Liga, tem de ser castigado. Jasuuuuuuuuuuus!

Pepe

Não esteve sempre bem nas suas ações, vi-o mesmo um pouco esquisito, sempre a pedir calma(!) aos colegas e a afastá-los(!) de confusões(!), além de se ir queixando de algumas mazelas, acabando por ter de sair. Deu então início à missão de fazer os adeptos levantarem-se das cadeiras e apoiarem a equipa, acabando por concretizar uma excelente exibição como líder da claque azul e branca.

Marcano

Eu sei que sou má e que estão habituados a que eu venha aqui umas duas vezes por semana dizer mal destes rapazes, brincar com o trabalho deles, gozar com as falhas como se elas também não me doessem a mim. Portanto, hoje vou demonstrar-vos alguma humanidade e, em vez de falar de Marcano, também não vou comentar a exibição do Ferro.

Alex Telles

Eu achava que estava preparada para muita coisa que pudesse acontecer hoje, mas, confesso, não estava à espera de ter de ver o Alex Telles marcar um penálti e muito menos de celebrar um golo destes. Se isto não é humilhação, Benfica…

Uribe

A forma como o FC Porto pressionou na primeira parte torna difícil destacar quem o fez melhor, mas Uribe esteve sempre muito certinho. É impressionante a quantidade de opções que o Benfica tem para aquela zona do terreno, portanto penso que temos de sublinhar quem as conseguiu anular a todas.

Sérgio Oliveira

Já estão habituados aos meus elogios ao trabalho do Sérgio Oliveira, pelo que não vos deverá surpreender a forma como estou convencida que Danilo terá muita dificuldade em voltar à equipa. Parabéns ainda pelo golaço, espero sinceramente que todas as condições possam reunir-se novamente para que a canela do Sérgio nos possa dar muitas alegrias.

Otávio

É provocador, gosta de estar sempre próximo dos adversários, de lhes destacar as suas qualidades. Como tal, arrancou pela direita, fez um bom trabalho e cruzou para Sérgio Oliveira marcar. Depois, ainda o vi muito picado com Taarabt, tendo o árbitro resolvido a questão com um amarelo para os dois prevaricadores e um aviso para ser levado muito a sério: a partir daí, nunca mais o marroquino teria de passar por aquilo, acontecesse o que acontecesse.

Luis Díaz

Teve várias oportunidades para demonstrar como dribla bem, mas e aquilo que o Corona fez ao Rafa? Jasuuuuuuuuuuuuuuus!

Marega

Enganou um central do Benfica (não vou dizer nomes, depois do que escrevi na análise ao Marcano), atacou surpreendentemente a profundidade e cruzou para o terceiro golo do FC Porto, marcado por outro central do Benfica (foi o Rúben Dias, eh eh, isto tenho de dizer). Uma jogada típica de Marega, anulada por vários treinadores da Primeira Liga, à exceção de Bruno Lage e Silas.

Soares

Não deu nas vistas, por não ter marcado, mas foi o primeiro a tentar dificultar a saída de bola do Benfica, como se alguém tivesse medo que este Benfica saísse.

Mbemba

Quando entrou, deu a sensação que os colegas começaram a gritar-lhe que tinha de marcar o Vinícius. Tendo em conta o resto do jogo, afinal acho que estavam a avisar o Vinícius que ia passar a ser marcado pelo Mbemba.

Manafá

Há um lance em que divide a bola com Vinícius no corpo a corpo e o ganha. Por mim, acabava aqui o campeonato, título para Manafá e não se fala mais nisso.

Vítor Ferreira

Bons pormenores do miúdo num jogo de muitos nervos, com os adeptos do FCPorto a lamentarem profundamente que, em tantos jogos que ainda há por disputar no campeonato, mais nenhum seja contra estes.