Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Lá em Casa Mando Eu percebe que Mbemba (e não só) não estivesse preparado para que uma equipa do Lito Vidigal atacasse

O FC Porto perdeu com o Marítimo (2-3), na 3ª jornada da Liga portuguesa, e Catarina Pereira agora já percebe aquela ideia do presidente do Lourosa: tudo a pé para casa

Quality Sport Images

Partilhar

Diogo Costa

O Marítimo nunca tinha ganho no Dragão, o Diogo Costa nunca tinha levado três golos do Marítimo e eu nunca estaria preparada para a combinação destes dois fatores.

Manafá

Perdoem-me, mas, antes de mais nada, vamos escrever MANAFÁ. O melhor em campo, o único ao nível do FC Porto e uma lição para os chatos, como eu, que estão sempre a brincar com isto. MANAFÁ, respect.

Mbemba

Eu até percebo que ele não estivesse preparado para que uma equipa do Lito Vidigal atacasse, mas tem de treinar mais estes imprevistos, porque hoje não correu claramente bem.

Pepe

Marcou um golo, de cabeça, num canto, mas também beneficiou do facto do guarda-redes do Marítimo se ter lesionado segundos antes, numa das várias vezes em que o guarda-redes do Marítimo se lesionou hoje, uma semana depois de se ter lesionado várias vezes contra o Tondela. Um herói resiliente, naturalmente.

Alex Telles

Há muitas notícias que dão conta que o Manchester United não está interessado em pagar 20 milhões de euros pelo passe de Alex Telles e, visto este jogo, começo a acreditar que os senhores até têm toda a razão.

Danilo

Gostei muito das declarações de Sérgio Conceição antes da partida, colocando todos os olhos no antijogo do Marítimo de Lito Vidigal. Não é de estranhar, portanto, que, quando eles de facto jogaram à bola, ninguém estivesse à espera. Estás desculpado, Danilo.

Sérgio Oliveira

Das prestações que mais caíram de uma semana para a outra e agora desculpem-me mas tenho de interromper a análise ao Sérgio Oliveira porque ouvi o Professor Neca, na flash interview, dizer que esta equipa valorizou o futebol e não estou a conseguir lidar.

Otávio

Marcou um golo no único momento do jogo em que o FC Porto teve sorte. Um feito, portanto, obviamente assinalável e digno de todo um parágrafo só para ele.

Corona

Já não estou habituada a jogos sem receções inéditas, desmarcações incríveis e momentos inesquecíveis. Mas tenho de aceitar que isto às vezes vai acontecer.

Luis Díaz

Deixou o avançado do Marítimo em jogo no lance do segundo golo e saiu de imediato. E só não vai a pé para casa porque, infelizmente, a ideia do presidente do Lourosa ainda não pegou de vez.

Marega

Ainda bem que isto agora vai parar para os jogos das seleções, porque o Marega está mesmo a precisar de parar. Ainda mais.

Taremi

Pelo menos fica a esperança de que será ele a marcar penáltis quando o Manchester United pagar lá os 15 milhões pelo Alex Telles.

Fábio Vieira e João Mário

Não foi o jogo perfeito para valorizar a formação, mas também não é o fim de semana perfeito para ser prolongado e eu passar mais um dia só a pensar nesta derrota. Portanto, aguentem.

Zé Luís

Tentou dois pontapés de bicicleta e amanhã poderá ter uma bicicleta à porta para sair da equipa.

Antijogo? Antigolos

O Marítimo surpreendeu o FC Porto em contra ataques fulminantes e venceu no Dragão, por 3-2, na 3ª jornada da Liga portuguesa, mas os portistas só se podem queixar de si próprios: Alex Telles falhou o penálti que poderia ter dado o empate