Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Lá em Casa Mando Eu viu o olhar fulminante de Conceição a Uribe e prevê que este seja de novo castigado por violenta expressão oftalmológica

Catarina Pereira gostou também de ver João Mário, Nakajima e Romário Baró a entrar nos últimos minutos do jogo com o Portimonense, seguramente uma homenagem a Taremi

MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA

Partilhar

Marchesín

Sofreu o décimo golo em apenas 7 jornadas da Primeira Liga, levando Sérgio Conceição a decretar o recolher obrigatório da defesa do FC Porto entre as 19h e as 23h nos dias úteis e logo a partir das 17h ao fim de semana.

Manafá

Cortou o cabelo de forma - vamos chamar-lhe - artística e assinou uma má exibição, provando que a arte não é para - vamos chamar-lhe - todos.

Mbemba

Viu a bola passar-lhe por cima no golo do Portimonense, mas vingou-se no final da primeira parte com o golo do empate. Está perdoado, portanto.

Sarr

O Pepe está a contar jogar até aos 40 anos, mas começo a achar que é melhor garantirmos já mais um ou dois.

Zaidu

É capaz do melhor, do pior e do mais ou menos, sendo que temos apenas de garantir que os adversários não sabem do pior e estão distraídos durante o mais ou menos.

Sérgio Oliveira

Duas assistências e um golo. Paremos, portanto, esta análise para a devida vénia.

Uribe

Esteve envolvido na perda de bola que deu origem ao golo do Portimonense e saiu logo aos 30 minutos de jogo, perante o olhar fulminante de Sérgio Conceição, que será assim novamente castigado por esta violenta expressão oftalmológica.

Otávio

Sempre muito combativo e esforçado, que é o que se diz dos jogadores que não fizeram nada de especial em geral e do Otávio quase sempre em particular.

Corona

Salientou-se mais pelas recuperações de bola do que propriamente pelas intervenções habitualmente desiquilibradoras no ataque. Mais um jogo assim e vais parar a lateral, aviso já.

Luis Díaz

Fez-se veementemente a um lance em que Taremi se preparava para tentar rematar de qualquer jeito, mas não podemos condená-lo: anda há muito tempo a tentar evitar que as bolas vão parar aos avançados do FC Porto.

Marega

Não foi uma exibição ao nível das que nos habituou na Liga dos Campeões, mas também é normal que, quando se atinge um determinado patamar, seja muito difícil encontrar motivação para jogar contra o Portimonense num domingo à tarde de chuva.

Taremi

Entrou logo aos 32 minutos de jogo e marcou o golo da reviravolta, mostrando que o mundo de facto é um lugar melhor desde que Trump perdeu as eleições.

João Mário, Nakajima e Romário Baró

Entraram já no período de descontos, numa bonita homenagem a Mehdi Taremi.