Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Zaidu marcou de pé esquerdo no dia em que o mundo perdeu o pé esquerdo de Maradona. Completa-se o ciclo no futebol (por Lá em Casa Mando Eu)

Catarina Pereira ainda pensou fazer referências a Maradona em todas as análises ao jogadores que esta quarta-feira bateram o Marselha. Não conseguiu, mas Zaidu mereceu atenção especial

NICOLAS TUCAT

Partilhar

Marchesín

Fica aqui o meu sincero agradecimento ao que Marchesín fez esta noite. Deve ter sido o único argentino que esteve hoje 90 minutos sem chorar.

Manafá

Aos 26 minutos, arrancou no lado direito e foi por ali fora, em parte porque corre muito, em parte porque ninguém lhe tentou tirar a bola. Se tivesse passado pelos dois últimos defesas, fintado o guarda-redes e marcado golo, teria sido a homenagem esperada a Maradona.

Mbemba

Calma, neste momento está o caríssimo leitor, ou a caríssima leitora, a pensar que hoje vai ler todas as minhas humildes análises aos jogadores do FC Porto com referências a Maradona. E é nesta altura que lhe confesso que sim, pensei nisso, mas que cheguei ao Mbemba e não vi ligação.

Sarr

Agora imaginem que eu me tinha mesmo agarrado àquela ideia de falar muito do Maradona hoje e que agora tinha de falar do Sarr.

Zaidu

Jogou bem e tentou muito marcar hoje. Conseguiu. Um golo do pé esquerdo de Zaidu no dia em que perdemos o pé esquerdo de Maradona. O ciclo completa-se no futebol.

Grujic

Estava a fazer um bom jogo até fazer uma entrada demasiado dura e ser expulso. Se o árbitro tivesse dúvidas, bastava ter olhado para a cara com que ele ficou: era igualzinha à dos meus filhos quando eu entro no quarto e está algo partido.

Sérgio Oliveira

Payet fez-lhe uma entrada dura, porque tem uma longa tradição de tentar lesionar craques portugueses. Mas Sérgio Oliveira não se ficou, porque todos nós temos uma longa tradição de não gostar muito de franceses em geral. E de Payet em particular.

Otávio

Pareceu-me ter ficado escandalizado por Sérgio Oliveira se ter virado assim ao Payet. Por um lado, porque o Sérgio até é um rapaz aparentemente calmo e a verdade é que não estávamos à espera. Por outro, porque o Otávio ficou claramente com ciúmes, queria ter sido ele primeiro.

Corona

Alguns pormenores daqueles que Corona gosta de mostrar para tornar a nossa noite melhor, ainda que sempre muito ofuscado pela exibição de Zaidu. Há quem vá pensar que estou a escrever ironicamente, mas a ironia disto tudo é que nem sequer estou.

Luis Díaz

Se Luis Díaz tivesse mais calma, pensasse melhor antes de fazer as coisas, talvez pudesse ter uma vida melhor. No fundo, Luis Díaz somos nós. Os impulsivos. Os stressados. Os amantes do momento. Já me perdi. Tenho de ter mais calma.

Marega

Uma das discussões que mais tem animado os portistas nos últimos tempos é se Marega devia continuar sozinho na frente do ataque. De um lado, todos os que acham que não, que é preciso um avançado que crie mais oportunidades, que dê mais opções aos colegas e que, resumidamente, marque mais golos. Do outro, Sérgio Conceição.

Taremi

Uma das discussões que mais tem animado os portistas nos últimos tempos é se Taremi devia ter mais minutos na frente do ataque. De um lado, todos os que acham que sim, que é preciso um avançado que crie mais oportunidades, que dê mais opções aos colegas e que, resumidamente, marque mais golos. Do outro, Sérgio Conceição.

Nakajima

Vítoria importante rumo ao objetivo de passar aos oitavos de final e meter o dinheiro ao bolso antes que chegue um tubarão qualquer que nos mande para casa direitinhos.

João Mário

Deixem-me só lamentar a morte de Reinaldo Teles, que deixou hoje a família portista mais pobre.

Loum

Ah, que chatice, eu já tinha dito tudo o que tinha a dizer quando ele entrou.