Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

Zaidu: de Mirandela para a equipa ideal da Champions em dois anos. De melhor em campo em Marselha para várias quedas em São Miguel em 72h

O curioso destino do defesa-esquerdo é objeto de análise humorística de Catarina Pereira, de Lá Em Casa Mando Eu, a propósito do triunfo do FC Porto nos Açores.

MIGUEL RIOPA

Partilhar

Marchesín
Muito importante não ter sofrido golos hoje, nomeadamente porque só marcámos um. E, assim sendo, se tivéssemos sofrido um golo que fosse, este já seria um fim de semana deitado fora e amanhã de manhã nem me apeteceria ir à rua intensamente, algures até às 13h.

Manafá
O ano passado marcou dois golos ao Santa Clara, hoje fez a assistência do golo contra o Santa Clara e cortou várias jogadas perigosas do Santa Clara. É óbvio que Manafá tem alguma coisa contra o Santa Clara.

Mbemba
Três jogos consecutivos sem sofrer golos. Já é o melhor registo da época, agora é continuar a achatar a curva e esperar que não venha nenhuma segunda vaga de erros defensivos.

Saar
Seguro, eficaz, não complicou. Começou a mostrar-se de tal forma que houve um jogador do Santa Clara que saiu do campo e nem sequer era ele que estava a ser substituído. Porque percebeu que hoje, por ali, não valia a pena.

Zaidu
De Mirandela para a equipa ideal da Liga dos Campeões em menos de dois anos. De melhor em campo em Marselha para várias quedas em São Miguel em menos de 72 horas.

Grujic
Hoje voltou a sair mais cedo do campo, mas, em vez de deixar a equipa com menos um jogador, experimentou outra opção que consiste em sair enquanto o quarto árbitro levanta uma placa com o seu número e mostra outro, do respetivo jogador da nossa equipa que pode entrar no seu lugar. Gostei muito, espero que ele também.

Sérgio Oliveira
Muito difícil fazer mais do que isto num relvado assim, mas mais à frente debruçar-me-ei sobre a explicação para tamanho mau tempo nos Açores. Continuem por aqui, por favor.

Otávio
É o mais abnegado, o que encontra sempre força para mais um sprint. Gostava de ter esta força de vontade... Também quero muito que o FC Porto ganhe, mas estou a escrever isto no telemóvel, deitada e com uma manta.

Corona
Mais apagado do que o costume, provavelmente por cansaço. Aqui e ali, numa receção, numa finta, lembra-nos que ainda é ele, o nosso Corona. Como se fosse um artista que fosse obrigado a pintar muros da mesma cor de 3 em 3 dias e depois fizesse uma mini-Mona Lisa no cantinho. Aguardemos pelas obras de arte e exposições quando for mesmo importante.

Luis Díaz
Si yo fuera Luis Díaz
Marcaría como él...

Que golaço, rapaz! (e esta música não me sai da cabeça)

Taremi
Lutou muito contra a chuva, contra o vento e contra os defesas do Santa Clara. Saiu mais cedo, sem fazer nenhum remate, para compensar todas as outras vezes em que entrou mais tarde, fazendo vários.

Uribe
Aparentemente, está recuperado do abcesso nadegueiro. Escrevi isto aqui porque sei que só estas duas palavras juntas fazem rir pelo menos dois terços dos leitores deste texto, o que já é muito mais do que eu alguma vez consegui com outras palavras.

Marega
Há quem tenha achado que era coincidência Marega ficar no banco e o tempo revoltar-se através da chuva e do vento fortes. Nos próximos dias, ouviremos muitos relatos de açorianos que nunca viram nada assim. Provavelmente, nem vão voltar a ver, porque Marega recuperará o lugar já na terça-feira.

Fábio Vieira e João Mário
Cumpriram bem a quota de jovens que entram no fim dos jogos.

Diogo Leite
Já nem contou para a quota, foi mesmo só para gastar tempo. E bem.

Vítor Oliveira
O futebol português perdeu hoje um dos grandes. Até sempre, mister.