Tribuna Expresso

Perfil

Lá Em Casa Mando Eu

FC Porto. Taremi acabou a marcar uma linda bicicleta e acho que vamos ter de aprender a escrever Puskas em persa

O golo de bicicleta de Mehdi Taremi quase no fim do jogo é o destaque da análise humorística de Catarina Pereira, metade portista do Lá em Casa Mando Eu que, recordou um filme antigo ao ver o FC Porto ter tanta bola, "não saber o que fazer com ela" e estar "Lopetegui lá sentado num banco"

Catarina Pereira, Lá em Casa Mando Eu

Fran Santiago/Getty

Partilhar

Marchesín

Passou uma noite muito tranquila. A equipa teve a bola, não sabia bem o que fazer com ela lá à frente e Lopetegui estava lá, sentado num banco. Onde é que já vi este filme?

Manafá

Estivemos muito perto de passar esta eliminatória e de viver mais umas noites históricas desta competição que nos diz tanto, junto aos melhores do mundo e para todo o mundo ver, mas, em vez disso, há quatro equipas ricas que vão ficar a disputar uma espécie de torneio desinteressante que devia ser jogado no Qatar ou assim. Bah.

Mbemba

Sabemos que os concelhos que ultrapassem os 120 casos por 100 mil habitantes podem não avançar para a terceira fase do desconfinamento, o que os avançados do Chelsea não sabiam é que não iam ultrapassar o Mbemba, deixando as oportunidades de golo confinadas.

Pepe

No final do jogo, recusou falar na flash-interview porque estava muito barulho e eu identifiquei-me perfeitamente, porque no final do jogo também recusei falar com o meu marido porque ele estava a fazer muito barulho.

Zaidu

Tentaram lesioná-lo logo nos primeiros minutos do jogo, numa estratégia clara de tentar atacar os nossos pontos fortes. Intocável, Zaidu respondeu então com os seus cruzamentos milimétricos. Milimétricos no sentido de que ficam normalmente a milímetros de sair do estádio, claro.

Grujic

Fez 25 anos hoje e não destoou frente a um meio-campo com nomes como Kanté ou Jorginho. Para celebrar, vai ter de jogar contra o Nacional já daqui a uns dias, que é para, ao ouvir Manuel Machado falar, ter de passar pela mesma dificuldade que nós quando ouvimos o seu nome pela primeira vez.

Uribe

Houve ali um momento ou outro em que uma equipa portuguesa meteu uma equipa riquíssima da Premier League a perder tempo como um Marítimo do Lito Vidigal, ou um Vitória de Setúbal do Lito Vidigal, ou um Boavista do Lito Vidigal. Por mim, valeu só por isto.

Sérgio Oliveira

Esforçado, mas nota-se que não está ao seu nível. Depois de ter cumprido castigo na primeira mão, levou hoje um cartão amarelo. Portanto deve estar mais perto de não jogar outra vez do que o Palhinha.

Otávio

Numa escala de 0 a Miguel Cardoso, é sempre o nosso jogador com maior potencial de provocar um adversário.

Corona

Hoje era o Dia Mundial do Beijo e eu tive de fazer um esforço muito grande, quando Corona falhou aquele golo, para não ser o Dia Mundial da Lapada.

Marega

Dá a sensação que o FC Porto não passou esta eliminatória por causa de dois erros individuais, mas Marega não se livra de ter sido o maior erro coletivo desta estratégia.

Taremi

Entrou e fez logo o primeiro remate enquadrado com a baliza, só para todos vermos o quão desagradável ele consegue ser. Acabou a marcar uma linda bicicleta e acho que vamos ter de aprender a escrever Puskas em persa.

Nanu

Havia pessoas a ver o PSG - Bayern, muito entusiasmadas com um grande jogo, em vez de verem o Nanu a entrar num jogo dos quartos de final da Liga dos Campeões. Pouco ambiciosas, parece-me.

Luis Díaz

Foi buscar uma bola à bancada mais rápido do que um apanha-bolas, pelo menos já tem o que fazer quando não tiver lugar no onze.

Evanilson

Não sei quanto a vocês, mas eu acabei o jogo a pedir penálti. Bem sei que não é este o nível que se espera de uma adepta habituada a isto da Liga dos Campeões, mas é o que tenho para vos dar.

Fábio Vieira

Foi uma bela caminhada, FC Porto. E vamos sempre poder dizer que a nossa primeira vitória em Inglaterra foi em Sevilha. (Comecei este texto com uma pequena lembrança de Lopetegui e termino com uma pequena homenagem a Paulo Fonseca. Que bonito.)