Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Lá Em Casa Mando Eu

De um lado, o maior treinador do mundo em geral e do Brasil em particular. Do outro, Zaidu a lateral-esquerdo. Isto parecia desigual

Mas só uma das partes esteve, esta época, no melhor onze da Liga dos Campeões, acrescenta a Catarina Pereira, metade portista do Lá em Casa Mando Eu, que ainda teorizou que, "sem pandumia", FC Porto estaria a "marcar imensos golos de cantos e livres"

Catarina Pereira, Lá em Casa Mando Eu

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

Marchesín

Sofreu um golo no primeiro remate do Benfica, mas depois colocou uma providência cautelar e os encarnados deixaram de rematar, atacar, quase de jogar mesmo. Só voltaram a provocar medo quando Jorge Jesus falou aos jornalistas, aí confesso que tremi perante tamanho massacre. Se aquela equipa jogasse o que o treinador acha que jogou, tinha sido um empate heroico da nossa parte. Assim, soube só a pouco.

Manafá

Foi-lhe assinalada a primeira grande penalidade indevida da partida, mas as novas tecnologias salvaram, também pela primeira de várias vezes, o árbitro. Parece que hoje, em Oeiras, a visibilidade estava boa, as previsões de fortes aguaceiros ao nível do choro só se confirmaram no final do jogo e a temperatura máxima não passou dos três golos a mais que iam existindo.

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler