Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Lucas: destruidor de sonhos, fazedor de sonhos, super-herói de Pochettino

O brasileiro de 26 anos fez um hat-trick frente ao Ajax, e carimbou a passagem do Tottenham à final da Liga dos Campeões.

Inês Gastão Alexandre

Tottenham Hotspur FC

Partilhar

Por um lado, o destruidor de sonhos dos meninos do Ajax. Por outro, o concretizador dos sonhos do Tottenham. O hat-trick de Lucas Moura colocou os Spurs na final da Liga dos Campeões, que vai ser como mais um jogo para a Premier League, ou não fossem as duas equipas finalistas inglesas. Mas quem é, realmente, este jogador brasileiro que levou o Tottenham às costas para a final?

Lucas Rodrigues Moura da Silva, natural de São Paulo, começou como jogador dos juniores do São Paulo em 2004, e foi em 2010 que conseguiu subir à equipa principal. Com apenas 18 anos estreou-se pela equipa principal do São Paulo, onde ficou três épocas. Cumpriu 128 jogos e marcou 33 golos. No entanto, a viagem para a Europa estava prestes a acontecer: em 2012, a equipa francesa do Paris Saint-Germain deu 43 milhões de euros pelo avançado, que ficou marcada, na altura, por ser a transferência mais cara de sempre do futebol brasileiro.

Com 20 anos saiu do Brasil e mudou-se para França, onde passou a vestir a camisola da equipa parisiense. Na altura, outros clubes quiseram o jogador, mas Lucas Moura rejeitou propostas do Manchester United, Inter e Liverpool. Esteve cinco épocas e meia no PSG, onde jogou 223 jogos e marcou 46 golos. Ganhou diversos títulos pelo Paris Saint-Germain: quatro campeonatos, três Taças de França, quatro Taças da Liga e cinco Supertaças.

Contudo, a sua carreira em França iria durar pouco. Com a chegada de novas estrelas ao plantel, como o jovem Mbappé, Cavani e até Neymar, Lucas Moura começou a perder importância no clube e a ser dispensável para o treinador. Foi então no mercado de Inverno na época de 2016/17 que o brasileiro deixou Paris para rumar a Inglaterra e vestir a camisola do Tottenham. Os Spurs pagaram €28 milhões pelo avançado de, na altura, 25 anos, que deixou a liga francesa para jogar na famosa Premier League. Quando chegou à equipa inglesa, o brasileiro teve um início complicado: com o capitão Harry Kane, e o coreano Son Heung-min na frente de ataque, Lucas Moura não conseguiu afirmar-se e, dos 11 jogos que fez, marcou apenas um golo.

Mas, nesta época, o brasileiro tem conseguido mostrar-se cada vez mais. No entanto, foi só depois da infelicidade de Harry Kane que Lucas Moura conseguiu um lugar cativo na equipa. [A 9 de abril, os Spurs ficaram sem o goleador, ainda mas ainda está em aberto a presença do capitão na final da Champions; aconteceu na primeira mão dos quartos-de-final, frente ao Manchester City, e Kane teve de sair com uma lesão grave no ligamento lateral do tornozelo esquerdo. Substituição aos 58 minutos com Harry Kane a dar lugar ao obreiro Lucas Moura.]

Resumidamente, Lucas Moura já entrou em 47 jogos esta época, e conseguiu fazer 15 golos ao serviço do Tottenham. É já o terceiro melhor marcador dos Spurs na Premiere League, com 10 golos, sendo que à sua frente está apenas Harry Kane com 17 golos, e depois Son com 12. Já na Liga dos Campeões tem tantos golos como Harry Kane, cinco, e logo a seguir aparece Son com quatro golos.

Na liga milionária já não marcava num jogo desde a fase de grupos, frente ao PSV e ao Barcelona. Na quarta-feira redimiu-se com um hat-trick que permitiu ao Tottenham a passagem à final da Liga dos Campeões e é o primeiro brasileiro a fazê-lo nas meias-finais desta competição. E mesmo que não venha a vencer a Champions, já recebeu o título de Super-Herói por parte do treinador Pochettino.