Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

A noite do apanha-bolas "muito bom", segundo José Mourinho

“Ele compreende o jogo e fez uma assistência”, disse o técnico sobre o jovem apanha-bolas que “ajudou” Harry Kane a marcar um golo

Tribuna Expresso

Julian Finney

Partilhar

O treinador português do Tottenham agradeceu a um apanha-bolas por ter desempenhado o seu papel de forma exemplar, contribuindo para um dos golos de Harry Kane frente ao Olympiacos, ontem à noite. Com a equipa a perder por 2-1, a bola saiu e o jovem correu para entregá-la à equipa da casa, que fez o lançamento do qual nasceu o golo de Kane.

Naquele que foi o seu primeiro jogo em casa como treinador dos Spurs, Mourinho apressou-se a reconhecer o papel desempenhado pelo jovem apanha-bolas no golo de Harry Kane. O português cumprimentou-o e abraçou-o, o que certamente agradou aos adeptos.

Depois do jogo, Mourinho elogiou o miúdo. Em declarações ao canal BT Sport, citadas pelo "Daily Mail", o português disse: “Eu adoro apanha-bolas inteligentes. Eu fui um apanha-bolas brilhante quando era criança e este miúdo foi brilhante. Ele compreende o jogo e fez uma assistência.”

Já na conferência de imprensa, José Mourinho voltou a referir o caso. “Para fazer aquilo, tens de ser um apanha-bolas muito bom. Eu era, entre os 10 e os 16 anos. Este miúdo é um apanha-bolas muito bom. (…) Ele lê o jogo, não está lá apenas para olhar para as bancadas. Tentei convidá-lo para ir ao balneário mas ele desapareceu.”

Mas não foi apenas Mourinho a elogiar o apanha-bolas de White Hart Lane. Também o ex-selecionador inglês Glenn Hoddle afirmou: “Aquilo foi brilhante da parte do apanha-bolas porque ele tem outra bola nas mãos. É obviamente ‘multibola’.”

O Olympiacos tinha marcado os dois golos iniciais que gelaram o estádio, um deles por Ruben Semedo. No entanto, o Tottenham conseguiu dar a volta com golos de Dele Alli, Harry Kane por duas vezes e Aurier. Com este resultado, o Tottenham garantiu um lugar nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.