Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Oficial: “Os quartos de final, meias-finais e a final da Champions vão ser disputados em Lisboa, entre 12 e 23 de agosto, numa final a oito”

A UEFA anunciou oficialmente como se vão processar as coisas na Liga dos Campeões e na Liga Europa, confirmando os estádios do Benfica e do Sporting como palco para os jogos da Champions. Por outro lado, e relativamente aos encontros da segunda-mão da Champions ainda por realizar, a UEFA poder recorrer aos complexos do FC Porto e do Vitória de Guimarães para o efeito

Pedro Candeias

Europa Press Sports

Partilhar

A UEFA confirmou que a final a oito da Liga dos Campeões vai realizar-se em Lisboa entre 12 e 23 de agosto, nos estádios da Luz e de Alvalade - por outras palavras, cada uma das eliminatórias terá apenas um jogo e não dois.

Quando a Liga dos Campeões foi suspensa por tempo indeterminado, algumas eliminatórias da Liga dos Campeões ficaram por fechar: Juventus-Lyon (0-1 na primeira mão, em França), Manchester City-Real Madrid (2-1, em Espanha), Bayern-Chelsea (3-0, em Inglaterra) e Barcelona-Nápoles (1-1, em Itália); Atalanta, RB Leipzig, Atlético de Madrid e PSG já estavam apurados para os quartos de final. Os encontros da segunda-mão dia vão realizar-se nos dias 8 e 9 de agosto, nos locais que já estavam previstos - caso isso não possa acontecer, os estádios do FC Porto e do Vitória de Guimarães servirão de ‘abrigo’ para esses desafios.

Já sobre a presença de público nas bancadas, a UEFA não foi taxativa, afirmando que a situação iria ser avaliada no tempo.

A partir do momento em que a pandemia se alastrou, suspendendo competições nacionais e internacionais, a UEFA procurou saber quais as melhores soluções para albergar a Champions, decididamente o mais importante troféu por clubes na Europa. Em primeira instância, seria Istambul a acolher a final da Liga dos Campeões, mas a realidade forçou a uma reconversão do modelo competitivo e também do local.

Portugal - e, particularmente, Lisboa - tinha, então, duas coisas a seu favor: o país foi dos menos castigados pela covid-19; e, na capital, havia dois estádios prontos e equipados ao nível da segurança, além de estarem relativamente próximos um dos outro, factor também ele determinante para a execução deste plano. Por outro lado, o Estádio da Luz recebeu a final da Champions, em 2014, entre o Real Madrid e o Atlético de Madrid; e tanto o complexo do Benfica como o Estádio de Alvalade foram palcos de jogos no Euro2004.