Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Guardiola: "O FC Porto jogou com uma linha de três? Não, não, de cinco. Fizeram copy paste do Leicester"

O treinador do Manchester City abordou o jogo com os portistas pelo lado estratégico no final dos 90 minutos

UEFA - Handout

Partilhar

Foi bastante visível que Sérgio Conceição e Pep Guardiola trocaram palavras duras durante o Manchester City 3-1 FC Porto e o que terá sido dito entre eles foi revelado quanto baste pelo treinador português: Conceição disse que Guardiola criticou o povo português e como "quem não se sente não é filho de boa gente", respondeu. O técnico portista também se queixou da arbitragem.

Guardiola, por sua vez, falou de tática e de estratégia. "Foi uma surpresa quando vimos a constituição das equipas. Falei com o Rúben Dias e percebemos como iam jogar. Eles tinham dois laterais-direito no banco. Linha de três? Não, não, jogaram com uma linha de cinco!", argumentou o catalão que foi um pouco mais além na sua análise cáustica

"Jogaram como o Leicester aqui, que nos venceu por 5-2, e quiseram fazer 'copy paste' desse sistema. Foi muito duro. Eles são muito compactos, têm jogadores muito rápidos, agressivos e comuita qualidade. São muito organizados. Têm uma mentalidade vencedora. Mas depois do 1-1 jogámos bem e a segunda parte foi excecional. Não os deixámos correr pelos corredores laterais e a qualidade individual dos nossos jogadores fez a diferença", concluiu