Tribuna Expresso

Perfil

Liga dos Campeões

Luis Díaz e o que aprendeu no FC Porto: "Uma das coisas mais importantes é na parte tática. Saber onde estar e o posicionamento"

Na conferência de imprensa de antevisão do Olympiacos-FC Porto (quarta-feira, 20h, Eleven), o extremo garantiu que a equipa vai jogar para ganhar, apesar de já estar qualificada

lusa

FERNANDO VELUDO

Partilhar

O avançado do FC Porto Luis Díaz garantiu hoje que o facto de os ‘dragões’ já estarem apurados para os ‘oitavos’ da Liga dos Campeões de futebol "não muda" a postura da equipa para o jogo com o Olympiacos.

"O objetivo é sempre o mesmo, ganhar o jogo. [O apuramento] não muda nada. A equipa técnica pede-nos isso e nós trabalhamos para os três pontos", disse o atacante colombiano, na antevisão ao encontro de quarta-feira, na Grécia.

Luis Díaz espera um adversário com a mesma intensidade demonstrada no jogo da primeira volta, no Estádio do Dragão, antecipando que "jogando agora em casa também vão querer vencer", mas prometendo um FC Porto que tudo vai fazer "para contrariar o Olympiacos".

O avançado colombiano partilhou ainda a "satisfação" por, na fase de grupos, ter marcado um golo ao Manchester City, mas lembrou que tal só foi possível "com a ajuda da equipa" e com o crescimento que tem tido sobre as ordens de Sérgio Conceição.

"Uma das coisas mais importantes [em que evoluiu] é na parte tática. Saber onde estar e o posicionamento. O treinador ajudou-me muito esta época e na passada também para me fortalecer neste aspeto, é uma das melhores coisas que tenho agora", partilhou Luis Diáz.

O sul-americano disse estar "disponível para jogar em qualquer posição e ajudar a equipa", considerando que independentemente do lugar em que jogar "o importante é fazer um bom jogo e ajudar o grupo a vencer".

O FC Porto, segundo classificado do grupo C com 10 pontos, e já apurado para a fase seguinte da prova, defronta esta quarta-feira os gregos do Olympiacos, terceiro com três, numa partida agendada para as 20:00, que terá arbitragem de Felix Brych, da Alemanha.

Sérgio Conceição: "Quando o árbitro apita não estamos a pensar se estamos qualificados ou não, ou a pensar nos milhões ou nos tostões"

O treinador do FC Porto diz que os portistas "nem a feijões" gostam de perder, por isso vão encarar o jogo na Grécia, frente ao Olympiacos (terça-feira, 20h, Eleven), para ganhar, apesar de já estarem qualificados para os oitavos-de-final da Champions