Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Liga dos Campeões

FC Porto à espreita: membro do comité executivo da UEFA diz que Real Madrid, Man. City e Chelsea devem ser expulsos da Champions

Jesper Moller, presidente da federação dinamarquesa de futebol e membro do comité executivo da UEFA, espera que os clubes fundadores da Superliga que ainda estão na Champions sejam eliminados da competição ainda esta semana. O que abre uma porta de esperança ao FC Porto, que perdeu com o Chelsea nos quartos de final da prova

Tribuna Expresso

Fran Santiago/Getty

Partilhar

Expulsão e já esta época. É este o destino que Jesper Moller, membro do comité executivo da UEFA, quer para Real Madrid, Chelsea e Manchester City na Liga dos Campeões. Das quatro equipas que estão nas meias-finais da prova, só o PSG não faz parte do grupo de fundadores da Superliga Europeia.

Jesper Moller, que também é presidente da federação dinamarquesa de futebol, diz que os clubes em questão devem "sair", tal como os restantes fundadores, e espera que a decisão aconteça ainda esta semana.

"Deverá haver uma reunião extraordinária do comité executivo na sexta-feira e eu espero que os 12 clubes sejam expulsos", sublinhou o dirigente ao jornal dinamarquês "DR".

A confirmar-se a expulsão do trio, fica por saber como vai acabar a Liga dos Campeões desta temporada, mas tal abrirá uma porta de esperança ao FC Porto para voltar à competição, já que a equipa portuguesa caiu face ao Chelsea nos quartos de final da prova. Bayern Munique e Borussia Dortmund, também eliminados nos quartos de final, são clubes que também não estão entre os emblemas da Superliga.

Moller diz ainda que acredita que os contratos dos jogadores dos clubes que aderiram à Superliga Europeia fiquem "sem efeito" caso os clubes sejam expulsos da UEFA.