Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Liga Europa

Nos jogos dos oitavos de final da Liga Europa há um duelo entre treinadores portugueses

A Roma é treinada por Paulo Fonseca. O Shakhtar Donetsk por Luís Castro (que até sucedeu a Fonseca nos ucranianos). As duas equipas vão protagonizar um dos jogos mais interessantes dos oitavos de final da Liga Europa, onde também vai haver um Manchester United-AC Milan

Lusa

Harold Cunningham - UEFA/Getty

Partilhar

A Roma, de Paulo Fonseca, e o Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, vão protagonizar um duelo entre treinadores portugueses nos oitavos de final da Liga Europa de futebol, ditou o sorteio realizado em Nyon, na Suíça.

Além do confronto entre italianos e ucranianos, terá também um ‘toque’ luso o jogo do Tottenham, treinado por José Mourinho, frente ao Dínamo Zagreb, e o encontro do Olympiacos, orientado por Pedro Martins, perante o Arsenal, ‘carrasco’ do Benfica na última eliminatória.

O ‘cabeça de cartaz’ dos ‘oitavos’ da Liga Europa promete ser o Manchester United-AC Milan, um duelo entre antigos campeões europeus, com Bruno Fernandes do lado dos ingleses e Rafael Leão e Diogo Dalot no emblema italiano.

Depois de eliminar o Sporting de Braga nos 16 avos de final, numa ronda que marcou a despedida dos clubes portugueses na atual edição a prova, a Roma vai ter pela frente o Shakhtar Donetsk, campeão ucraniano, naquele que será o reencontro de Paulo Fonseca com a sua antiga equipa.

Antes de rumar ao futebol italiano, o técnico português passou três temporadas no Shakhtar, tendo conquistado três campeonatos e três taças, sendo sucedido por Luís Castro.

Na primeira época na Ucrânia, o antigo coordenador da formação do FC Porto, que depois teve uma passagem pela equipa B, conquistou a Liga e levou a formação de Donetsk às meias-finais da Liga Europa. Este será o primeiro embate entre Paulo Fonseca e Luís Castro.

Com duas edições da Liga Europa no currículo, nas duas vezes que disputou a prova, José Mourinho está na disputa por um terceiro título, com o Tottenham a ter estatuto de ‘super favorito’ perante um Dínamo Zagreb, que na última ronda eliminou o Krasnodar, da Rússia.

Mais complicado promete ser a tarefa de Pedro Martins no Olympiacos, frente ao Arsenal, equipa que, apesar de estar em crise na ‘Premier League’ (está no 11.º lugar) chega a esta fase da prova com sete vitórias e apenas um empate, na primeira mão dos ‘16 avos’, com o Benfica (1-1).

Muitas das atenções vão estar viradas primeiro para Old Trafford e depois para San Siro, com Manchester United e AC Milan a lutarem por um lugar nos quartos de final e com Zlatan Ibrahimovic, estrela dos italianos, a defrontar uma das suas antigas equipas.

Bruno Fernandes e Rafael Leão vão reencontra-se depois de terem sido colegas de equipa no Sporting, na época 2017/18, que ficou marcada pela invasão à academia do clube de Alvalade.

Destaque ainda para o Granada, de Rui Silva e Domingos Duarte, que defronta o Molde. Os noruegueses protagonizaram uma das maiores surpresas dos 16 avos de final, ao deixarem pelo caminho o Hoffenheim.

Ajax-Young Boys, Dínamo Kiev- Villarreal e Slavia Praga-Rangers completam o programa dos oitavos de final.