Tribuna Expresso

Perfil

Mercado

Rafael Leão e o adeus ao Sporting: “A meu ver a violência não leva a lado nenhum e decidi sair”

O jogador que foi formado no Sporting e rescindiu unilateralmente depois da invasão em Alcochete foi apresentado esta quinta-feira no Lille, que terminou o campeonato francês em 17º lugar em 2017/18

Tribuna Expresso e Lusa

PHILIPPE HUGUEN

Partilhar

O avançado português Rafael Leão garantiu hoje que o projeto que lhe foi apresentado pelos franceses do Lille “é muito bom” e garantiu que está no clube francês de futebol para aprender e evoluir.

“Sou jovem, preciso de jogar e aprender todos os dias. O projeto que o Lille me apresentou é muito bom, não podia recusar. A liga francesa é uma liga que está a crescer”, disse o avançado na sua apresentação no Lille, onde vai juntar-se a José Fonte, Xeka e Edgar Ié.

O avançado, que disse ser fã de Cristiano Ronaldo, considerou que as condições no clube “são bastante boas” e mostrou-se esperançado em “fazer uma grande época”.

Rafael Leão, um dos nove jogadores que rescindiram unilateralmente com o Sporting na sequência dos incidentes na academia do clube, explicou, em poucas palavras, a decisão de deixar os ‘leões’: “A meu ver a violência não leva a lado nenhum e decidi sair”.

O jogador, de 19 anos, garantiu que vai ter aulas de francês, mas admitiu que o facto de ter muitos pessoas que falam português no clube “facilita a integração”.

Rafael Leão, formado nas escolas do Sporting, assinou na quarta-feira um contrato de cinco anos com o Lille, 17.ª classificado na época passada.