Tribuna Expresso

Perfil

Mercado

João Félix: "Tenho 19 anos, mas todos me dizem que não parece. Já sou bem crescido"

Confirmada a transferência milionário e um dia antes da apresentação anunciada, o Atlético de Madrid publicou uma entrevista com João Félix, em que o miúdo não promete números de golos ou assistências, mas promete "dar tudo pela equipa"

Tribuna Expresso e SIC Notícias

Partilhar

Tem a habitual cara reservada e introvertida. O penteado é o mesmo. O aparelo continua lá e a cara de adolescente também. João Félix está sentado, tem um pólo do Atlético de Madrid vestido e está a dar a primeira entrevista como novo miúdo sensação do futebol mundial, pelo aglomerado de dinheiro que movimentou entre as contas bancárias de dois clubes.

Ei-lo, com postura tímida, a dizer coisas como "Simeone é um treinador que transmite muita garra à equipa", sobre o argentino com reputação de ter o esforço, as corridas para defender e a garra como coisas inegociáveis para os jogadores que treina. Ou a não prometer números, mas sim "dar tudo pela equipa", piscando o olho a essa preferência do técnico.

Admite que já acompanha a equipa que será a sua, em teoria, até 2026 - "O Atlético era o que mais me agradava e é o que me vai dar mais condições para evoluir. É uma equipa que seguia muito na liga espanhola - e diz que a imberbe idade que tem não determina assim tanto o que ele é, e o que pode vir a jogar já esta época: "Tem alguma influência, mas, no meu caso, já sou bem crescido para aguentar essa situação. Já vivi este ano na equipa principal e todos me dizem que tenho 19 anos, mas não parece".