Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Ricardinho diz que Portugal pode chegar longe no Europeu de futsal feminino

O capitão da seleção portuguesa de futsal quer evitar "pressão" sobre as jogadoras, mas está otimista

Lusa

IGOR KUPLJENIK

Partilhar

O capitão da seleção portuguesa de futsal Ricardinho disse hoje que "Portugal pode chegar longe" no Europeu de futsal feminino, que decorre em fevereiro, mas quer evitar "pressão" sobre as jogadoras.

"Espero em fevereiro estar de cachecol levantado a cantar o hino e a festejar com elas. Portugal tem muita qualidade, mas não vamos colocar pressão em cima delas, porque já nos fizeram isso no futsal masculino há uns anos a não conseguimos nada. E desta vez que não fomos considerados favoritos, conseguimos levar o título para casa", disse Ricardinho.

O jogador dos espanhóis do Inter Movistar teve hoje a tarefa de retirar dos potes o adversário da seleção portuguesa nas meias-finais do primeiro Europeu feminino, que será disputado no pavilhão multiusos de Gondomar, nos dias 15 e 17 de fevereiro.

Portugal vai defrontar a Ucrânia na segunda meia-final, enquanto a outra meia-final opõe a Rússia à Espanha.

"Vão encontrar-se duas grandes seleções - Espanha e Rússia - e acho que a semi-final de Portugal e Ucrânia também vai ser um grande jogo. Acho que Portugal tem o toque de magia que o pode levar à final e à conquista do troféu", disse Ricardinho aos jornalistas à margem do sorteio.

O jogador, já cinco vezes eleito o melhor do mundo do futsal mundial, comentou que conhece a seleção espanhola, porque tem tido oportunidade de ver jogos da liga espanhola, na qual conhece algumas jogadoras.

Quanto a Portugal, Ricardinho disse ter acompanhado a fase de apuramento para o Campeonato da Europa, destacando o golo marcado de calcanhar por Jenni no Portugal-Répública Checa, que terminou com a vitória portuguesa por 13-0. Também na fase de apuramento, Portugal ganhou à Finlândia (3-1) e à Sérvia (11-0).

Já em outubro, a seleção portuguesa de sub-19 de futsal feminino conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude, que decorreram em Buenos Aires, ao bater na final o Japão por 4-1. Antes, em fevereiro, a seleção nacional masculina foi campeã europeia de futsal.

"Temos jovens a aparecer. Portugal pode chegar longe neste Europeu e no futsal a nível mundial. Mas digo sempre que se deve pensar jogo a jogo, passo a passo. Este é o primeiro Europeu, portanto acho que não há favoritos. A qualidade é muita. São seleções competitivas", concluiu.