Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Noite histórica em Guimarães. Há 39 anos que Portugal não ganhava à França em andebol

Vitória por 33-27 deixa os lusos bem encaminhados na qualificação para o Europeu de 2020

João Pedro Barros

Partilhar

Seis vezes campeã do Mundo, três vezes da Europa, dois títulos olímpicos. O palmarés da seleção de andebol francesa assusta, enquanto Portugal não se qualifica para uma grande competição desde 2006. Mas estes dados ficaram esta quinta-feira para trás, com a equipa lusa a bater em casa a congénere francesa por 33-27 (17-13, ao intervalo), em encontro da terceira jornada da fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2020.

É seguramente o melhor momento do andebol português a nível de seleções desta década, até porque a qualificação para o Europeu – que irá ser a ser organizado por Áustria, Noruega e Suécia – fica à distância de um triunfo. Portugal lidera o grupo seis, com seis pontos, mais dois do que a França. Nas duas primeiras jornadas, já tinha derrotado Roménia (21-13) e Lituânia (24-23). Apuram-se os dois primeiros classificados do grupo.

A equipa atualmente comandada por Paulo Jorge Pereira já não vencia este adversário desde 4 de fevereiro de 1980, precisamente na única ocasião em que o tinha conseguido. Em 31 confrontos anteriores, somava esse triunfo, um empate e 29 derrotas. Ainda em janeiro, a França foi terceira no Campeonato do Mundo, após perder a meia-final com a futura campeã Dinamarca.

O Multiusos de Guimarães, com capacidade para 3400 pessoas e que se apresentou esgotado, deu uma boa ajuda à equipa da casa. António Areia, com seis golos, foi o melhor marcador português, seguido de Gilberto Duarte, com cinco, e Pedro Portela, com quatro. Do lado francês destacou-se Nédim Rémili, com sete golos, sendo de frisar que os gauleses se apresentaram com quase todos os seus grandes jogadores – por exemplo, Luc Abalo e Cédric Sorhaindo –, ficando apenas de fora Nikola Karabatic, por muitos considerado o melhor da atualidade.

Portugal volta a defrontar a França este domingo (16h30 de Portugal continental), em Estrasburgo, e em caso de nova vitória qualifica-se automaticamente para o Europeu.