Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

McGregor e um regresso que durou 40 segundos

Irlandês não precisou de muito tempo para bater o norte-americano Donald 'Cowboy' Cerrone no regresso ao octógono, mais de um ano depois da derrota frente a Khabib Nurmagomedov. McGregor está de volta. E com um golpe inovador

Tribuna Expresso

Steve Marcus/Getty

Partilhar

Foi mais de um ano sem combater, mas no regresso Conor McGregor não sentiu nem um bocadinho a ausência. No regresso ao octógono, o irlandês precisou apenas de 40 segundos para bater Donald 'Cowboy' Cerrone, naquela que é a sua primeira vitória no UFC desde 2016.

A história do combate, que se realizou em Las Vegas, conta-se com três golpes de ombro e um pontapé. Na primeira "ombrada", McGregor deixou logo o seu oponente a sangrar de maneira abundante do nariz. E Cerrone mal teve tempo de recuperar: com apenas 20 segundos de combate, um pontapé com a perna esquerda levou o norte-americano, um dos mais profícuos lutadores do UFC, ao chão. Pouco tempo depois, McGregor vencia por TKO.

O irlandês não saía a sorrir de um octógono dede novembro de 2016, quando venceu Eddie Alvarez, tornando-se aí no primeiro lutador da história do UFC a deter dois cinturões de campeão em simultâneo. Seguiu-se um incursão no boxe, num combate em que Floyd Mayweather não lhe deu hipóteses, e uma derrota no regresso ao MMA, frente a Khabib Nurmagomedov, em 2018.