Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Dustin Johnson vence o Masters (e com recorde)

O número um do ranking mundial de golfe venceu o Masters de Augusta, sucedendo a Tiger Woods

tribuna expresso e lusa

Jamie Squire

Partilhar

O golfista norte-americano Dustin Johnson, número um mundial, venceu hoje o Masters de Augusta, conquistando o segundo ‘major’ na carreira e batendo o recorde do campo, com um agregado de 20 pancadas abaixo do par.

Johnson totalizou 268 pancadas, 20 abaixo do par do histórico campo, localizado no estado norte-americano da Geórgia, um registo que supera por duas o anterior recorde, de 18 abaixo do par, alcançado pelos compatriotas Tiger Woods, campeão cessante, em 1997, e Jordan Spieth, em 2015.

Na quarta e última volta, Johnson entregou um cartão com 68 pancadas (quatro abaixo do par do campo), fruto de seis ‘birdies’ (uma pancada abaixo do par do buraco) e dois ‘bogeys’ (uma acima), depois de nos três dias anteriores ter totalizado 65, 70 e 65 golpes.

O líder da hierarquia mundial, que tinha vencido apenas um ‘major’, o US Open, em 2016, terminou com uma vantagem de cinco pancadas sobre o sul-coreano Sungjae Im e o australiano Cameron Smith, segundos colocados, com um agregado de 273, depois de hoje terem necessitado de 69 golpes.

Woods com uma volta para esquecer

Tiger Woods, detentor de cinco títulos no Masters, o último dos quais conquistado em 2019, protagonizou uma volta desastrosa, terminando com 76 golpes (287 no total da prova), depois de ter atirado por três vezes a bola para a água no mesmo buraco, o que lhe custou um embaraçoso séptuplo ‘bogey’.

Considerado um dos melhores praticantes da história da modalidade, Woods nunca tinha necessitado de tantas tentativas para completar um buraco num torneio do PGA Tour ao longo da extensa e vitoriosa carreira, despedindo-se do Masters em que defendia o título no grupo dos classificados na 38.ª posição.

A 84.ª edição do Masters, que decorre no Augusta National Golf Club, estava inicialmente agendada para decorrer entre 09 e 12 de abril, mas foi adiada para novembro devido à pandemia de covid-19.

A prova está a decorrer à porta fechada, sendo apenas permitida a presença de cerca de 500 pessoas, entre as quais membros do Augusta National Golf Club, responsáveis do torneio, convidados e familiares de jogadores.