Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Miguel Oliveira: "É surreal. É com este tipo de corrida que sonhamos. Ter a família aqui deu-me uma força enorme"

Após a vitória no Grande Prémio de Portugal em MotoGP, o piloto português disse à "Sport TV" que é "um grande dia para todos", agradeceu o apoio aos portugueses e falou da presença da família no Autódromo Internacional do Algarve, que lhe deu a força para liderar a corrida do princípio ao fim

Tribuna Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

A corrida

"É surreal. Sonhamos com este tipo de corridas, sabes? E, ao finalmente a conseguir, é incrível, não tenho palavras para descrever. A minha gratidão vai para todas as pessoas que assistiram de casa, para minha equipa, porque isto é um adeus à Tech 3, mas é um grande dia para todos, é uma vitória enorme. A minha família não conseguiu ver ao vivo a minha primeira vitória e hoje conseguiram estar aqui. É um dia incrível para mim e estou muito contente por acabar a temporada em alta.

Todo o fim de semana

Foi um fim de semana perfeito, a começar pela pole position. O meu maior objetivo era concretizar este objetivo e conseguimos. A equipa está de parabéns, deixo a Tech 3 com um sorriso e uma vitória, que me deixa muito orgulhoso, a partir de agora temos de desfrutar e depois é continuar a trabalhar. O meu obrigado a todos os que viram de casa e não puderam vir ao Algarve prestar o seu apoio fisicamente, mas sei que estiveram aí desse lado a dar força e acreditam que precisei de toda a força para gerir as voltas da corrida. Um obrigado a todos."

A época no MotoGP

"Houve muitas alturas desta época em que precisei muito mais da minha família do que o normal. O facto de não poderem vir às corridas custa, mas tive que me adaptar. Tê-los aqui perto deu-me uma força enorme, os meus adversários, falando com eles no pódio, não conseguiram explicar o porquê de eu ter sido tão rápido e talvez seja isso. Tem sido uma montanha russa de emoções esta época, mas fechamos com um final feliz e é isso que me deixa contente.

Foi muito especial ter o Guy [Coulon] comigo no pódio, foi a sua última corrida como chefe de mecânicos, para ele foi muito especial, mas também para todos nós. Deixou a Tech 3 com alguma tristeza, durante estes dois anos tivemos uma ligação humana muito boa e agora tenho de a construir no outro lado da box, mas acredito que estamos preparados [na próxima época vai competir na equipa principal da KTM] para mais vitórias."