Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Portugal tem de derrotar a França este domingo. É difícil, mas já foi feito antes

Na memória da equipa lusa esta a vitória alcançada em abril de 2019 sobre a equipa gaulesa, por 33-27, triunfo que permitiu aos lusos apurarem-se para o Europeu de 2020, deixando surpreendentemente de fora a formação francesa

Lusa

ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/Getty

Partilhar

A seleção portuguesa de andebol vai tentar atingir hoje os quartos de final do Mundial do Egito, mas terá de ultrapassar a França, uma das potências da modalidade e natural candidata ao título.

Na memória da equipa lusa esta a vitória alcançada em abril de 2019 sobre a equipa gaulesa, por 33-27, triunfo que permitiu aos lusos apurarem-se para o Europeu de 2020, deixando surpreendentemente de fora a formação francesa.

Agora, Portugal, terceiro no Grupo III da ronda principal, volta a necessitar de um triunfo para assegurar o apuramento, uma vez que, caso a Noruega vença o seu embate com a Islândia, num eventual desempate a três, a seleção portuguesa terá sempre melhor diferença de golos em relação aos noruegueses, que venceram Portugal por um golo e perderam por quatro com a França.

Portugal, que ficará afastado da fase seguinte em caso de derrota, também seguirá em frente caso registe sempre melhor resultado do que a Noruega, frente a uma França, recordista de títulos mundiais, com seis troféus, que só não atingirá os 'quartos' caso perca por uma larga margem.

O embate frente aos gauleses está agendado para as 19:30 de hoje, na Cidade 06 de Outubro.