Tribuna Expresso

Perfil

Modalidades

Vela: Diogo e Pedro são irmãos, são vice-campeões do mundo e estão a caminho dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O resultado de Diogo e Pedro Costa aumentou para quatro o número de velejadores com presença garantida nos Jogos Olímpicos Tóquio2020

Lusa

LUÍS FORRA

Partilhar

Os velejadores portugueses Diogo e Pedro Costa, que na véspera garantiram uma vaga em Tóquio2020, terminaram hoje o Mundial de vela na classe 470 no segundo lugar, no último dia de prova em Vilamoura, distrito de Faro.

A dupla portuguesa, que na sexta-feira assegurou a conquista da última vaga europeia em disputa para os Jogos Olímpicos deste verão, perdeu a ‘medal race’ para os suecos Anton Dahlberg e Frederik Bergström, bicampeões europeus em título.

Ainda assim, e mesmo depois de até terem liderado no último dia durante parte da prova, o feito dos dois irmãos iguala os de Hugo Rocha e Nuno Barreto, em 1997, e Álvaro Marinho e Miguel Nunes, em 2007.

O resultado de Diogo e Pedro Costa aumentou para quatro o número de velejadores com presença garantida nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, depois de Jorge Lima e José Costa terem garantido uma vaga na classe 49er, e para 40 a representação nacional nos Jogos Olímpicos que vão decorrer na capital nipónica entre 23 de julho e 08 de agosto.