Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Modalidades

Abdalelah Haroun, medalha de bronze nos Mundiais de atletismo de 2017, morre em acidente de viação

Atleta catari dos 400 metros, de 24 anos, preparava a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio e não resistiu após um acidente em Doha, anunciou a federação de atletismo do país

Lusa

Fred Lee/Getty

Partilhar

O atleta catari Abdalelah Haroun, medalha de bronze nos 400 metros nos Mundiais de 2017, morreu este sábado num acidente de viação, anunciou a federação de atletismo do país do ‘sprinter’ de 24 anos.

“Haroun morreu num acidente de viação em Doha”, declarou o secretário-geral da federação à agência noticiosa France-Presse.

De acordo com Mohammed Issa al-Fadala, o atleta de 24 anos seguia “um programa de recuperação após uma lesão para tentar qualificar-se para os Jogos Olímpicos Tóquio2020”.

“O desporto catari e o atletismo em geral perderam um herói”, acrescentou.

Haroun, de origem sudanesa, foi naturalizado e representou o Qatar pela primeira vez em 2015.

Dois anos mais tarde, o antigo campeão mundial júnior conquistou o bronze nos 400 metros dos Mundiais de atletismo, em Londres, atrás do sul-africano Wayde van Niekerk e de Steven Gardiner, das Bahamas, além da prata na mesma distância nos Mundiais de atletismo em pista coberta de 2016.