Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Modalidades

12 das 20 equipas que iam jogar a Liga dos Campeões de hóquei em patins abandonaram a competição

Mais de metade dos clubes que iam disputar a principal competição europeia de hóquei em patins, incluindo cinco portugueses (Sporting, FC Porto, Oliveirense, Benfica e Óquei de Barcelos), desistiram, devido aos moldes da prova terem sido alterados já depois de terem feito a inscrição. De Portugal, contudo, permanecem o Sporting de Tomar e o Valongo

Lusa

NurPhoto

Partilhar

Os 12 clubes que compõem a Associação Europeia de Clubes de Hóquei em Patins renunciaram, esta sexta-feira, a participar na Liga Europeia, cujo novo formato contestam, pelo que a prova vai decorrer com as oito formações restantes.

Os portugueses Sporting, FC Porto, Oliveirense, Benfica e Óquei de Barcelos, os espanhóis Noia, FC Barcelona, Liceo da Corunha, Réus e Caldes, os franceses do SCRA Saint-Omer e os italianos do Forte dei Marmi não vão entrar no sorteio da fase de grupos que vai decorrer no sábado, em Paredes.

“O comité técnico do hóquei em patins da World Skate Europe recebeu hoje a desistência de 12 clubes da Euroliga. A competição será realizada com as oito equipas restantes”, anunciou a organização.

Assim, a competição vai decorrer com os portugueses do Sporting de Tomar e Valongo, com os italianos do Amatori Lodi, Trissino e Sarzana, com os franceses do La Vendeenne e Coutras e com os suíços do Diessbach.

A primeira fase da qualificação será composta por dois grupos de quatro equipas, que se defrontam a duas mãos entre outubro e abril, com os dois melhores de cada ‘poule’ a disputarem a final a quatro em 14 e 15 de maio.

As principais equipas europeias da modalidade contestam o novo formato da competição, tendo exigindo disputá-la nos moldes anteriores e com cujos pressupostos se inscreveram, depois de um “pré-acordo” feito com a World Skate Europe.

Posteriormente, em 19 de agosto, e já depois de se inscreverem, foram surpreendidos com a apresentação de novos moldes competitivos, diferentes dos acordados.

O modelo anunciado coloca as equipas em quatro grupos de cinco equipas, e não em dois de oito, e as equipas jogam apenas uma vez entre si, avançando para uma segunda fase de grupos, com oito emblemas, antes da ‘final four’.

A Liga europeia feminina conta com o Benfica e a Sanjoanense, enquanto a Taça Europa masculina vai receber a Sanjoanense e a Juventude de Viana.