Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Modalidades

Portuguesas conquistam primeiro torneio do circuito mundial de padel como dupla

Depois de assegurarem a primeira final do WPT a jogarem juntas, Ana Catarina Nogueira e Sofia Araújo precisaram de três ‘sets’, com os parciais de 6-3, 6-7 (8-10) e 6-3, para levarem de vencida as adversárias, também estreantes em finais no circuito mundial, ao cabo de duas horas e meia de encontro

Lusa

Europa Press Sports

Partilhar

As jogadoras portuguesas Ana Catarina Nogueira e Sofia Araújo conquistaram este domingo o primeiro título do World Padel Tour (WPT) como dupla, ao vencerem o Challenger de Albacete, em Espanha, frente às espanholas Carmen Goenaga e Bea Caldera.

Depois de assegurarem a primeira final do WPT a jogarem juntas, as representantes lusas precisaram de três ‘sets’, com os parciais de 6-3, 6-7 (8-10) e 6-3, para levarem de vencida as adversárias, também estreantes em finais no circuito mundial, ao cabo de duas horas e meia de encontro.

O desafio arrancou com ‘breaks’ de ambas as partes, mas Araújo, 24.ª classificada no 'ranking' do WPT, e Nogueira, 29.ª, conseguiram uma quebra de serviço providencial no oitavo jogo e confirmaram logo de seguida o triunfo no ‘set’ inaugural.

Apesar de terem beneficiado de dois ‘match points’ na segunda partida, a lisboeta e a portuense não foram capazes de concretizar nenhuma das duas oportunidades e acabaram por ser obrigadas a um derradeiro parcial.

Na hora de todas as decisões, a dupla nacional chegou rapidamente a uma vantagem de 4-1 e, mesmo tendo permitido a recuperação de Carmen Goenaga e Bea Caldera (3-4), fizeram o ‘break’ novamente no oitavo jogo antes de Ana Catarina Nogueira servir para a conquista do título, numa final decidida nos detalhes.

Com menos erros não forçados e graças ao jogo possante de Sofia Araújo e a experiência de Ana Catarina Nogueira, vencedora do Madrid Masters, em 2019, e do Challenger de Arroyo de la Encomienda, em 2018, as duas fizeram hoje história no Challenger de Albacete, ao tornarem-se na primeira dupla 100% portuguesa a conquistar um troféu no WPT.