Tribuna Expresso

Perfil

Motos

MotoGP: Miguel Oliveira quer "dar o máximo para deixar toda a gente orgulhosa"

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) mostrou-se hoje "entusiasmado" com o regresso às pistas no Mundial de MotoGP, cuja primeira prova da temporada 2020 se realiza no domingo, no circuito espanhol de Jerez de la Frontera

Sadiq Asyraf/Getty

Partilhar

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) mostrou-se hoje "entusiasmado" com o regresso às pistas no Mundial de MotoGP, cuja primeira prova da temporada 2020 se realiza no domingo, no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

"Estou contente e, obviamente, entusiasmado por voltar a correr. Jerez sempre foi uma etapa muito especial para mim, pois é o que fica mais perto de casa", disse o piloto de Almada, em declarações difundidas pela equipa Tech3.

Miguel Oliveira observou que a prova deste ano será "extra especial, pois marca o regresso à competição", após a suspensão motivada pela pandemia de covid-19, que provocou mais de 566 mil mortos e infetou mais de 12,79 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

"Estou contente e muito, muito feliz por ver toda a gente outra vez reunida e voltar ao trabalho num fim de semana que será diferente, sem fãs nas bancadas, com muitas restrições", sublinhou.

No entanto, apesar das limitações, o piloto luso promete "dar o máximo para deixar toda a gente orgulhosa".

Também o patrão da equipa Tech3, o francês Hervé Poncharal, mostrou-se satisfeito com o regresso da competição: "Com tanta coisa que aconteceu, entretanto, é como um sonho, algo que parecia impossível há apenas três meses".

O facto de haver menos corridas (17) e com pouco intervalo entre si obriga "a estratégias diferentes".

O Grande Prémio de Espanha será a primeira de 17 corridas previstas para 2020.