Tribuna Expresso

Perfil

Motos

De 13º para 6º: é o melhor resultado de Miguel Oliveira em MotoGP

O piloto português conseguiu este domingo o melhor resultado da sua carreira em MotoGP, ao terminar o GP da República Checa em 6º lugar

tribuna expresso

JOE KLAMAR

Partilhar

Foi uma tarde perfeita para a KTM: Brad Binder venceu, no que foi a primeira vitória de sempre para a equipa, e Miguel Oliveira terminou em 6º, no que foi o melhor resultado de sempre do piloto português em MotoGP.

O Grande Prémio da República Checa marcou, assim, um dia histórico para a KTM e para os seus dois pilotos, já que Brad Binder passou a ser o primeiro rookie a vencer uma prova desde o espanhol Marc Márquez, em 2013, e Miguel Oliveira teve uma performance para mais tarde recordar, depois de começar a corrida em 13º e ascender até à 6ª posição (ficou a 7,969 segundos do colega sul-africano).

Em segundo, nas 21 voltas do percurso checo, terminou o italiano Franco Morbidelli (Yamaha) e, em terceiro, o francês Johann Zarco (Ducati).

O piloto português de 25 anos, que foi promovido à equipa principal da KTM em junho, está em 12º lugar da tabela MotoGP, com 18 pontos, após três provas. O líder é o francês Fabio Quartararo (Yamaha), que soma 59, depois de ter sido apenas 7º, precisamente através de Miguel Oliveira, em Brno.

Miguel Oliveira: “Festejar o 125.º grande prémio já no MotoGP? Talvez, talvez possa ser”

Piloto português da KTM fez no GP Catalunha o 100.º grande prémio da carreira. Queria festejar com um pódio e não conseguiu por pouco. Foi 4.º, o mesmo lugar que ocupa no Mundial. Falámos com ele sobre o melhor e o pior desta história de seis anos entre os melhores das duas rodas