Tribuna Expresso

Perfil

Motos

Miguel Oliveira parte do 10.º lugar no GP da Comunidade Valenciana

O piloto português da Tech3 chegou mesmo a liderar a tabela de tempos, mas acabou em 10º

LUSA

Lisi Niesner

Partilhar

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) qualificou-se este sábado na 10.ª posição para o Grande Prémio da Comunidade Valenciana de MotoGP, 13.ª e penúltima corrida da temporada.

Miguel Oliveira, que de manhã tinha garantido a qualificação direta para a segunda e decisiva fase da qualificação, a Q2, realizou a sua melhor volta em 1.30,781 minutos, terminando a 590 milésimos de segundo do mais rápido, o italo-brasileiro Franco Morbidelli (Yamaha).

O piloto português da Tech3 chegou mesmo a liderar a tabela de tempos, mas os últimos minutos da sessão serviram para vários pilotos conseguirem as suas voltas rápidas.

"Foi um dia positivo. Logo de manhã começámos por garantir um lugar na Q2. Fiz um quarto treino livre muito positivo, com a configuração de corrida. Na qualificação começou a chuviscar e era difícil perceber até onde podia puxar pelos pneus", começou por explicar o piloto de Almada.

Miguel Oliveira ainda tentou melhorar nos minutos finais da sessão, mas não foi possível.

"Na última saída consegui melhorar o meu tempo, mas na última volta falhei a travagem para a segunda curva. Começamos um pouco atrás, mas estou confiante que posso recuperar bastantes posições", frisou o luso da equipa Tech3.

Para a corrida, Oliveira acredita ter "um ritmo forte", pelo que precisa "de um bom arranque e evitar contactos nas primeiras curvas".

O dia ficou, ainda, marcado pela violenta queda do espanhol Alex Márquez (Honda) na primeira fase da qualificação (Q1), tendo o piloto saído algo dorido da zona do cóccix.

Já o compatriota Joan Mir (Suzuki), que este domingo pode conquistar o título mundial de MotoGP pela primeira vez, qualificou-se apenas na 12.ª posição.

Após 12 provas realizadas, Miguel Oliveira é décimo classificado, com 90 pontos.