Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Motos

E já está, "Il Dottore" despede-se do MotoGP com um 10.º lugar em Valência

Italiano pendura o capacete aos 42 anos. Miguel Oliveira terminou a sua terceira temporada em MotoGP no 14.º lugar, com 94 pontos, depois de ter sido nono em 2020 e 17.º na estreia

Lusa

JOSE JORDAN

Partilhar

Aos 42 anos, Valentino Rossi, nove vezes campeão do mundo, sete da categoria ‘rainha’, despediu-se do MotoGP e encerrou a carreira com o 10.º lugar no Grande Prémio da Comunidade Valenciana.

O português Miguel Oliveira (KTM) terminou no 14.º lugar em Valência, vencido pelo italiano Francesco Bagnaia (Ducati) e marcado pela despedida de Valentino Rossi (Yamaha).

Oliveira terminou 18.ª e última prova do Mundial de motociclismo de velocidade a 18,221 segundos de Bagnaia, que somou o quarto triunfo da temporada, enquanto o espanhol Jorge Martin (Ducati) foi segundo, a 0,489 segundos, e o australiano Jack Miller (Ducati) terceiro, a 0,823 segundos.

Miguel Oliveira terminou a sua terceira temporada em MotoGP no 14.º lugar, com 94 pontos, depois de ter sido nono em 2020 e 17.º na estreia.

  • Valentino Rossi diz adeus na solitária cauda do pelotão. Mas foi bem divertida a viagem
    Motos

    O GP Valência de 2021 é muito mais que a última prova da temporada. É a despedida do grande herói das duas rodas, do mais carismático dos pilotos, do Peter Pan italiano que tornou global a marca MotoGP - mais de duas décadas e 432 corridas depois, Valentino Rossi deixa o Mundial aos 42 anos. E apesar de nos últimos anos o termos visto mais longe da frente, não vai haver ninguém como ele