Tribuna Expresso

Perfil

Mourinho

6.700 euros. A paga por provocar Mourinho

O adjunto de Sarri castigado pela FA por causa dos gestos no jogo Chelsea-Manchester United

Lusa e Tribuna Expresso

Catherine Ivill

Partilhar

O adjunto de Maurizio Sarri que comemorou com gestos provocadores para o treinador José Mourinho o golo do empate do Chelsea frente ao Manchester United (2-2) foi multado em 6.700 euros pela Federação Inglesa de Futebol (FA).

No regresso de José Mourinho a Stamford Bridge, e já depois do Manchester United ter virado o marcador (de 1-0 para 1-2), o Chelsea alcançou aos 90+6 minutos o golo do empate, por Ross Barkley, o que levou Marco Ianni a comemorar de forma efusiva na cara do treinador português.

Mourinho saltou do banco e correu atrás do adjunto de Maurizio Sarri, mas foi prontamente agarrado pelos seguranças do estádio. No regresso ao balneário, o treinador português mostrou aos espetadores três dedos, numa alusão aos títulos que conquistou pelo Chelsea.

Na conferência de imprensa no final do jogo, José Mourinho disse que Marco Ianni e Maurizio Sarri lhe apresentaram desculpas e o treinador português pediu para que o adjunto não fosse crucificado porque “qualquer um pode cometer um erro”.

O adjunto Marco Ianni foi sancionado com uma multa de 6.000 libras (cerca de 6.700 euros) pela Federação Inglesa de Futebol (FA), que, sem punir a reação do português, lembrou a José Mourinho as suas “responsabilidades como treinador”.