Tribuna Expresso

Perfil

Mourinho

“Deixem-me viver uma vida normal. Feliz Natal”

No dia seguinte a deixar o Manchester United, após duas épocas e meia, José Mourinho emitiu um curto comunicado, em jeito de despedida do clube e dos adeptos

Tribuna Expresso

Michael Regan

Partilhar

Sucinto, contido e a pedir respeito. No dia seguinte a deixar o Manchester United findas duas épocas e meia, José Mourinho emitiu um comunicado que foi difundido, esta quarta-feira, pela imprensa inglesa, no qual realçou o orgulho por ter representado o clube e garantiu que não fará comentários em relação ao período que passou no clube.

Eis o comunicado de José Mourinho:

"Senti-me imensamente orgulhoso por vestir o símbolo do Manchester United desde o primeiro dia, e acredito que todos os adeptos do United reconhecem isso. Como foi o caso dos clubes anteriores que representei, trabalhei com pessoas maravilhosas e acredito que alguns serão amigos para a vida.

Sei que todos conhecem os meus princípios profissionais. Cada vez que um capítulo acaba, mostro o meu profundo respeito e não faço comentários sobre antigos colegas. Espero que a imprensa respeite a minha posição e me deixem viver uma vida normal até ao momento em que decida voltar ao futebol. Feliz Natal."

Horas antes de o comunicado ser público, a "Sky Sports" esperou à porta de casa do português, em Londres, até o encontrar, aparentemente, a regressar de uma ida ao supermercado e o questionar sobre a sua saída do Manchester United.

Mourinho falou durante quase dois minutos com o jornalista da televisão britânica, sobretudo para explicar que nada dirá sobre tudo o que tenha a ver com o que fez no clube. "O United tem um futuro sem mim e eu tenho um futuro sem o United", resumiu, pedindo que a comunicação social "respeite" o facto de não estar a treinar e que "nunca" teve o hábito de se pronunciar sobre o que viveu nos seus antigos clubes.