Tribuna Expresso

Perfil

Costa Rica

Raio X: Costa Rica, a seleção à procura de outra surpresa no Mundial

A Tribuna Expresso apresenta as 32 seleções presentes no Mundial 2018, uma por uma. Eis a Costa Rica, que partilha o Grupo E com Brasil, Suíça e Sérvia

Tiago Teixeira, analista de futebol

Bryan Ruiz e Keylor Navas, dois dos mais experientes jogadores da Costa Rica

Mike Lawrie/Getty

Partilhar

Ranking FIFA: 23º
Presenças em Mundiais: 5 (1990, 2002, 2006, 2014 e 2018)
Jogos no Mundial 2018: Sérvia (17 junho, 13h, RTP1 e SportTV); Brasil (22 junho, 13h, SportTV); Suíça (27 junho, 19h, SportTV)

Há quatro anos surpreenderam tudo e todos, no Mundial do Brasil, onde, orientados por Jorge Luis Pinto, conseguiram atingir os quartos-de-final, sendo apenas eliminados nos penáltis, perante a Holanda.

Agora, com Óscar Ramírez como selecionador, vão procurar surpreender novamente, sendo que o grupo onde ficaram inseridos é bastante complicado.

Organizada no sistema de jogo 5-4-1, a seleção da Costa Rica irá ter muitas preocupações defensivas, procurando defender sempre com linha defensiva e a linha média próximas, num bloco baixo.

Ofensivamente, contará com o critério e qualidade técnica do ex-sportinguista Bryan Ruiz, para organizar o processo ofensivo pelo corredor central, deixando a profundidade e a largura para o ala esquerdo Oviedo. A velocidade do extremo Joel Campbell irá criar desequilíbrios a partir do corredor lateral direito.

Na frente de ataque, a maior ameaça à baliza adversária será o ponta-de-lança do Los Angeles FC, Marco Ureña.

Onze provável

Jogador chave

Keylor Navas, guarda-redes do Real Madrid

Keylor Navas, guarda-redes do Real Madrid

Alex Livesey/Getty

Keylor Navas, 32 anos. Os reflexos e a agilidade do guarda-redes do Real Madrid foram determinantes na excelente campanha costa-riquenha de há quatro anos e espera-se que o sejam novamente, numa seleção que irá passar muito tempo em organização defensiva.

Jogador a seguir

Joel Campbell, jogador que já esteve no Sporting

Joel Campbell, jogador que já esteve no Sporting

Matthew Ashton - AMA

Joel Campbell, 26 anos. O extremo do Bétis está longe de ser um desconhecido na seleção da Costa Rica, mas dada a veterania do plantel (a maior parte dos jogadores tem mais de 28 anos), é ele o “jovem” de quem se espera mais qualidade nas suas ações ofensivas.

Convocados

Guarda-redes: Keylor Navas (Real Madrid, Esp), Leonel Moreira (Herediano) e Patrick Pemberton (Alajuelense).

Defesas: Cristian Gamboa (Celtic, Esc), Ian Smith (Norrkoping, Sue), Ronald Matarrita (New York City, Eua), Bryan Oviedo (Sunderland, Ing), Óscar Duarte (Espanyol, Esp), Giancarlo González (Bolonha, Ita), Francisco Calvo (Minesota United, Eua), Kendall Waston (Vancouver Whitecaps, Can) e Johnny Acosta (Águilas Doradas, Col).

Médios: David Guzmán (Portland Timbers, EUA), Yeltsin Tejeda (Lausana, Sui), Celso Borges (Deportivo Coruña, Esp), Randall Azofeifa (Herediano), Rodney Wallace (New York City, Eua), Bryan Ruiz (Sporting, Por) e Christian Bolaños (Saprissa).

Avançados: Daniel Colindres (Saprissa), Johan Venegas (Saprissa), Joel Campbell (Bétis, Esp) e Marco Ureña (Los Ángeles FC, Eua).