Tribuna Expresso

Perfil

Suíça

Raio X: Suíça, neutros e bons de bola

A Tribuna Expresso apresenta as 32 seleções presentes no Mundial 2018, uma por uma. Eis a Suíça, que partilha o Grupo E com Costa Rica, Brasil e Sérvia

Tiago Teixeira, analista de futebol

A Suíça surpreendeu Portugal na qualificação para o Mundial, mas depois teve de ir ao 'play-off' para conseguir entrada na prova

TF-Images

Partilhar

Ranking FIFA:
Presenças em Mundiais: 11 (1934, 1938, 1950, 1954, 1962, 1966, 1994, 2006, 2010, 2014 e 2018)
Jogos no Mundial 2018: Brasil (17 junho, 19h, SportTV); Sérvia (22 junho, 19h, SportTV); Costa Rica (27 junho, 19h, SportTV)

A seleção orientada pelo bósnio Vladimir Petkovic é adepta do bom futebol e por isso gosta de ter a bola em sua posse.

Utilizando o sistema de jogo 4-2-3-1, a seleção suíça tem no médio Granit Xhaka, do Arsenal, que atua no duplo pivô de meio-campo, o maior responsável por pautar o ritmo do processo ofensivo desde zonas mais recuadas e por ligar a fase de construção com a de criação através do passe vertical.

No corredor lateral direito, como extremo, joga Xherdan Shaqiri, do Stoke City, e é através da sua velocidade, explosão e qualidade no 1x1 que nascem os lances de maior perigo para a baliza adversária.

Como maior responsável pela finalização surge Seferovic, do Benfica, principalmente através dos movimentos de rutura.

Destaque ainda para os dois laterais, Lichtsteiner e Ricardo Rodriguez, pela profundidade que conseguem oferecer no momento ofensivo, e para o guarda-redes Yann Sommer, pelos reflexos e agilidade entre os postes, e pela velocidade que demonstra sempre que é preciso sair da baliza.

Onze provável

Jogador chave

Xherdan Shaqiri, jogador do Stoke City (Inglaterra)

Xherdan Shaqiri, jogador do Stoke City (Inglaterra)

FABRICE COFFRINI/GETTY

Xherdan Shaqiri, 26 anos, extremo direito do Stoke City que é o principal desequilibrador da seleção suíça. Destaca-se pela velocidade de execução com que dribla e remata, partindo do corredor lateral direito em direção ao corredor central. Conta já com 20 golos em 68 internacionalizações.

Jogador a seguir

Manuel Akanji, defesa do Borussia Dortmund

Manuel Akanji, defesa do Borussia Dortmund

NurPhoto

Manuel Akanji, 23 anos, central do Borussia Dortmund (Alemanha) que se destaca pela velocidade e pela qualidade técnica que demonstra na fase de construção.

Convocados

Guarda-redes: Yann Sommer (Borussia Mönchengladbach, Ale), Roman Bürki (Borussia Dortmund, Ale) e Yvon Mvogo (Leipzig, Ale).

Defesas: Stephan Lichtsteiner (Juventus, Ita), Nico Elvedi (Borussia Mönchengladbach, Ale), Manuel Akanji (Borussia Dortmund, Ale), Michael Lang (Basileia), Ricardo Rodriguez (AC Milan, Ita), Johan Djourou (Antalyaspor, Tur), Fabian Schär (Deportivo, Esp) e François Moubandje (Toulouse, Fra).

Médios: Remo Freuler (Atalanta, Ita), Granit Xhaka (Arsenal, Ing), Valon Behrami (Udinese, Ita), Steven Zuber (Hoffenheim, Ale), Blerim Dzemaili (Bolonha, Ita), Gelson Fernandes (Eintracht Frankfurt, Ale), Denis Zakaria (Borussia Monchengladbach, Ale) e Xherdan Shaqiri (Stoke City, Ing),

Avançados: Breel Embolo (Schalke 04, Ale), Haris Seferovic (Benfica, Por), Mario Gavranovic (Lugano) e Josip Drmic (Borussia Monchengladbach, Ale).