Tribuna Expresso

Perfil

NBA

31.540 pontos: o adeus ao bom gigante alemão

Dirk Nowitzki, que atua desde 1998 pelos Mavericks, retira-se da NBA com o estatuto de sexto melhor marcador de sempre, com 31.540 pontos, superado apenas pelos lendários Kareem Abdul-Jabbar, Karl Malone, Kobe Bryant, LeBron James e Michael Jordan.

Lusa

Ronald Martinez

Partilhar

O alemão Dirk Nowitzki anunciou na terça-feira o fim da carreira na Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), aos 40 anos, após 21 temporadas consecutivas ao serviço dos Dallas Mavericks, que triunfaram na receção aos Phoenix Suns, por 120-109.

"Como esperavam, este é o meu último jogo em casa. Para mim é claro que foi uma grande noite. Mais uma vez estive na companhia de adeptos incríveis, que me apoiaram ao longo de mais de duas décadas. Vou tentar jogar um pouco amanhã [hoje, na visita aos San Antonio Spurs] e aproveitar para fazer algumas boas jogadas", referiu, em lágrimas, o extremo, no final de uma partida em que apontou 30 pontos, em 33 minutos.

Nowitzki impulsionou o 33.º triunfo dos Mavericks, que consolidaram o 12.º lugar da Conferência Oeste e voltaram a ter em plano de evidência o base esloveno Luka Doncic, autor de um triplo-duplo, com 21 pontos, 16 ressaltos e 11 assistências.

O extremo alemão, que atua desde 1998 pelos Mavericks, retira-se da NBA com o estatuto de sexto melhor marcador de sempre, com 31.540 pontos, superado apenas pelos lendários Kareem Abdul-Jabbar, Karl Malone, Kobe Bryant, LeBron James e Michael Jordan.

Nowitzki tornou-se ainda o primeiro e único europeu a arrecadar a distinção de ‘Most Valuable Player' (MVP) da prova, na temporada 2006/07, tendo ajudado a conquistar, em 2011, o único título da equipa sediada em Dallas.

No estado da Flórida também houve noite de despedida, mas para Dwayne Wade, que marcou 30 pontos no triunfo caseiro dos Miami Heat sobre os Philadelphia 76'ers, por 122-99.

O extremo, de 37 anos, despediu-se da American Airlines Arena, onde jogou durante 14 temporadas e celebrou três títulos, em 2006, 2012 e 2013, numa madrugada agridoce, pois os Heat ficaram praticamente afastados dos ‘play-offs' da Conferência Este, na sequência da vitória em casa dos Detroit Pistons face aos Memphis Grizzlies, por 100-93.

Com mais um triunfo e menos um desaire do que Heat e Charlotte Hornets, basta à formação do Tennessee uma vitória na última jornada, diante dos New York Knicks, para confirmar o oitavo lugar e a última vaga de acesso aos ‘play-offs' do Este, juntando-se aos já qualificados Milwaukee Bucks, Toronto Raptors, Philadelphia 76'ers, Boston Celtics, Indiana Pacers, Orlando Magic e Brooklyn Nets.