Tribuna Expresso

Perfil

NBA

“O Michael Jordan achava que me dominava, mas infelizmente estava errado. 90% do documentário é treta”, diz ex-companheiro dos Bulls

Horace Grant, que conquistou três títulos com os Chicago Bulls de Michael Jordan, apelida o “The Last Dance” como uma “espécie de documentário”. E critica duramente MJ pelas atitudes que tomava com alguns dos seus colegas

Tribuna Expresso

DOUG COLLIER

Partilhar

Às tantas, no documentário "The Last Dance", Horace Grant é retratado como um delator por Michael Jordan que acredita que terá sido ele revelar histórias o balneário dos Chicago Bulls no polémico livro de Sam Smith, "Jordan Rules", em que MJ é descrito como um bully.

“Mentira, mentira, mentira. Se o MJ tinha algum rancor, então tratemos disto como homens. Vamos falar. Podemos resolver isto de outra forma. Mas, ainda assim, ele continua a pôr mentiras cá fora, dizendo que eu era a fonte. O Sam Smith e eu sempre fomos bons amigos, ainda somos. Só que o balneário é um lugar sagrado, nunca poria cá fora algo pessoal. A verdade é que Sam Smith era um jornalista de investigação. Isto é apenas rancor e penso que isto está demonstrado nesta espécie de documentário: de cada vez que alguém diz algo sobre ele, o MJ corta e vai tentar destruir o teu caráter”.

Horace Grant, que conquistou três títulos com Michael Jordan nos Chicago Bulls, disse à ESPN que o documentário foi editado de forma a “favorecer uma pessoa”. “É bom entretenimento, mas nós, que fomos colegas, sabemos que 90% do que ali está é treta, merda. Não é verdade: muitas das coisas que o Jordan dizia aos companheiros, os companheiros respondiam na mesma moeda. Mas isso foi cortado do documentário. O MJ achava que me dominava, mas estava infelizmente errado. Porque de cada vez que ele me provocava, eu respondia. Já quanto ao Will Purdue, o Steve Kerr e o Scott Burrell... Aquilo era de partir o coração. Ver um líder atirar-se aos gajos daquela forma... Pressionar faz parte, mas esmurrar colegas de equipa...”.

Portanto, resume Grant, isto não é um documentário. “É uma espécie de documentário”.