Tribuna Expresso

Perfil

NBA

A NBA está mesmo de regresso. Na DisneyWorld e num formato ligeiramente diferente (e complicado)

O que resta da temporada da NBA será jogada a partir de 31 de julho apenas por 22 equipas e todos os encontros vão realizar-se num único local: o parque da Disney em Orlando, na Flórida

Lídia Paralta Gomes

Andrew D. Bernstein

Partilhar

Dia 31 de julho. Esta é a data indicativa para o regresso da NBA, uma das várias decisões tomadas na reunião entre os responsáveis da liga e as 30 equipas, que definiu ainda aquilo que já se sabia praticamente fechado: todas as equipas vão mudar-se para a DisneyWorld, em Orlando, Flórida, onde os jogos se irão realizar até ao final da época.

A grande novidade será o formato alternativo encontrado para terminar a temporada, parada desde março devido à pandemia da covid-19: serão apenas 22 as equipas que seguirão para Orlando, 13 da Conferência Oeste e nove da Conferência Este. Ou seja, as oito formações que estão em lugar de acesso aos playoffs de cada conferência mais seis equipas que estão a seis jogos ou menos do 8.º classificado da respetiva conferência.

Cada equipa jogará oito encontros para fechar a temporada regular e se no final destes jogos o 9.º classificado de cada conferência estiver a mais de quatro vitórias do 8.º, este último seguirá para os playoffs. Se pelo contrário a diferença for de menos de quatro vitórias, haverá lugar a um jogo entre o 8.º e o 9.º classificado e o vencedor seguirá para a fase a eliminar, que vai manter-se a sete jogos.

Apenas os Portland Trail Blazers (que curiosamente estarão em Orlando) votaram contra este formato de recurso (e complicado...) mas que permitirá terminar a temporada em meados de outubro. A próxima temporada só deverá começar em dezembro.

Já o draft de 2020 foi remarcado para 15 de outubro.