Tribuna Expresso

Perfil

Jorge loves Jesus

Partilhar

NurPhoto

Como em qualquer teoria baseada apenas em impressões, eu também tenho as minhas:

Jorge Jesus é provavelmente o maior e mais hábil sobrevivente na história de todas as ressurreições futebolísticas. O homem resistiu a três campeonatos perdidos consecutivamente para o rival e acabou a ganhar dois títulos no Benfica antes de se mudar para o clube do lado que o recebeu messianicamente, com uma apresentação bíblica e um salário melhorado, e de onde saiu para a arábia por mais uns quantos milhões de euros com apenas dois troféus comezinhos no bolso, no meio de uma guerra civil e após uma final da Taça de Portugal perdida para um clube que até se esquecera de preencher os papéis para jogar na UEFA.

Um destes três ou quatro acontecimentos chegaria para derrotar o homem comum, mas, pelos vistos, é preciso muito mais para fazer cair Jesus.

Lá longe, na Arábia Saudita, onde treinadores e jogadores vão empachar-se antes de morrerem para a bola, J.J. acumula recordes desportivos, é vitoriado como um génio e um visionário, um “master of tactics” irresistível para os adeptos que lhe dizem coisas como “I love Jesus”. Como é que sabemos isso? Porque ele candidamente nos confessa nas múltiplas entrevistas dadas desde que saiu de Portugal. SportTV, Record, A Bola, CMTV por mais do que uma vez – em quatro meses, o treinador conversou em on com jornalistas mais vezes do que em todos os anos de Benfica e Sporting.

Nas últimas duas – uma de 11 páginas em “A Bola”, a outra em direto para a CMTV – Jesus foi ao mesmo tempo pacificador e guerreiro. Especificando, na primeira Jorge Jesus namoriscou propositadamente com o adepto benfiquista, porque foi o Benfica que o “deu a conhecer ao mundo” e isso ele nunca esquecerá; por outro, também mostrou respeito e consideração por Rui Vitória, a quem um dia desqualificou em conferência de imprensa; por fim, a enésima garantia de que o regresso a Portugal está por meses, pelo que é legítimo questionar se o redescoberto amor ao SLB e a mensagem para Vitória não trazem água no bico da águia.

Na CMTV, em direto, Jesus foi o que se esperava quando confrontado com as novas imagens do ataque a Alcochete. “Não está no meu ADN ter medo”, repetiu o treinador ao descrever o seu comportamento corajoso, diga-se – durante a invasão que resultou criminalmente numa acusação a Bruno de Carvalho e ao líder da claque Juve Leo. Não é preciso puxar muito pela cabeça para perceber que se houve alguém a sair imaculado desta carnificina mediática pós-Atlético de Madrid e pós-Alcochete, foi Jesus.

O mesmo Jesus que andava a ser criticado pelos maus resultados e pelo futebol previsível do Sporting, saiu de Alvalade como o garante da estabilidade possível num clube quebrado internamente pelo confronto tornado público entre o presidente e os jogadores de então.

Tem mais vidas do que um leão.

O que se passou

Rapidamente, Portugal empatou com a Itália (uma especialidade de Fernando Santos) e garantiu o lugar na final four da Liga das Nações que se disputará em Portugal.
Miguel Oliveira, o nosso motard favorito, ganhou o Grande Prémio de Valencia e terminou o campeonato Moto2 a apenas nove pontos do campeão – para o ano, Oliveira segue para o MotoGP.
Benfica e Sporting empataram em jogo da Champions de futsal e isso significa que os encarnados ficaram para trás e que os leões seguiram para a final four.
Aqui vão as escolhas do fim de semana.

O humilde Rui Patrício

O escritor Bruno Vieira Amaral fala-nos de um rapaz de Marrazes que, fosse um pouco mais arrogante, talvez tivesse o Mundo a seus pés. Não tem, mas para a nossa seleção é um depósito de oxigénio contra a asfixia. O que já não é pouco

Um empate meio cheio e meio vazio

Não deixes para amanhã (ou, no caso, para terça-feira, perante a Polónia) o que podes fazer hoje: conseguir a qualificação para a <em>final four </em>da Liga das Nações. Apesar da exibição pouco convincente, Portugal empatou em Itália (0-0) e é a primeira seleção a garantir presença na fase final da nova prova europeia

Tiago Gomes: “Na Polónia, um veado atravessou-se à frente do carro e, ao desviar-me, capotei. Quando percebi que estava bem, desatei a rir"

Fez a formação no Benfica, foi campeão de juniores, mas não conseguiu vingar na equipa principal, muito por culpa própria, assume. Dos tempos passados na Luz recorda como a morte de um dos melhores amigos, Bruno Baião, com apenas 19 anos, o afetou. Jogou na Polónia, Espanha, França e Chipre, mas foi no Estoril Praia de Marco Silva que viveu as maiores alegrias futebolísticas da carreira sénior. Há duas épocas no Feirense, não pensa no futuro nem em arrumar as botas - apenas em fazer a família feliz e continuar a viver perto do mar, para praticar o seu <em>hobby</em>, o surf

Football Leaks. Não há jogadores à borla

O Besiktas usou o fundo Quality Football, ligado a Jorge Mendes, para comprar Hugo Almeida em 2011, apresentando-o como um negócio excepcional. Não ia pagar nada por ele. Mas o clube acabou por descobrir que futebolistas grátis é uma coisa que não existe

Armindo Araújo "orgulhoso" pela conquista do pentacampeonato nacional de ralis

Armindo Araújo, piloto da Hyundai, sagrou-se pentacampeão do nacional de ralis

Zona Mista

Quando alguém contrata advogados e gasta milhões e milhões, é porque está doente. Num país centralizado, eu percebo que um ministro saia a correr para ver o seu querido Benfica a jogar

Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto sobre o rival da Luz e o caso e-toupeira

O que aí vem

Duas idas ao Tribunal, porque prossegue a fase de instrução no processo e-toupeira. E também muitos jogos da Liga das Nações e da Taça de Portugal

SEGUNDA-FEIRA
Domingos Soares de Oliveira e Ricardo Gaioso, da Benfica SAD, vao ser ouvidos no Tribunal Central de Instrução Criminal às 14h. Porquê? Por causa do e-toupeira: a SAD do Benfica está acusada de 30 crimes no processo E-toupeira e o seu assessor jurídico Paulo Gonçalves de 79 crimes. O MP acusou a SAD do Benfica de um crime de corrupção ativa, de um crime de oferta ou recebimento indevido de vantagem e de 29 crimes de falsidade informática.

Liga das Nações: Andorra - Letónia (17h). Alemanha - Holanda, República Checa - Eslováquia, Dinamarca - República da Irlanda, Chipre - Noruega, Bulgária - Eslovénia, Geórgia - Cazaquistão, Macedónia - Gibraltar, Liechtenstein - Arménia (todos às 19h45)

TERÇA-FEIRA
Fernando Gomes (presidente da FPF), Pedro Proença (presidente da Liga), Miguel Moreira (diretor financeiro do Benfica) e Luís Bernardo (diretor de comunicação do Benfica) vão ser ouvidos como testemunhas arroladas pelo Benfica no caso e-toupeira. Às 14h, no Tribunal Central de Instrução Criminal.

Liga das Nações: Portugal – Polónia (RTP1), Suécia - Rússia, Escócia - Israel, Sérvia - Lituânia, Montenegro - Roménia, Malta - Ihas Faroé, Kosovo - Azerbaijão. Todos às 19h45.

QUINTA-FEIRA
Taça de Portugal: Benfica - Arouca. 20h45 (RTP1)

SÁBADO
Taça de Portugal:
Lusitano - Sporting (15h), Cova da Piedade - Aves (15h30), FC Porto - Belenenses, SAD (20h45)

DOMINGO
Taça de Portugal:
SC Covilhã - Moreirense (14h30), Montalegre - Águeda (14h30), União - Vitória Guimarães (15h), Paços Ferreira - Casa Pia (15h), Rio Ave - Silves (15h), Penafiel - Setúbal (15h), Tondela - Vale Formoso (15h), Leixões - Anadia (15h), Espinho - Boavista (15h), Santa Clara - Chave (16h), Marítimo - Feirense (16h), Braga - Praiense (19h30)

Hoje deu-nos para isto

Começamos com Jesus, acabamos com Jesus. Esta é uma das primeiras entrevistas do treinador português, estava ele no Amora, no início dos anos 90. É ver.

Jorge Jesus, Amora style

Este é Jorge Jesus nos primórdios da sua carreira de treinador de futebol. A conversa acontece no balneário do Amora e é sobre o presidente do clube de então