Tribuna Expresso

Perfil

Quando 10 se transforma em 1

Partilhar

MARIO CRUZ/EPA

Fiquei dividida na hora de escolher a foto para esta newsletter. Na triagem, foram duas as imagens que me agarraram. Numa delas, da talentosíssima Patrícia de Melo Moreira, da AFP, Jonas segurava e abanava o seu número 10 depois de marcar o golo 10 do Benfica, naquele momento que antecede o abraço de Pizzi e do miúdo Florentino.

É uma bonita foto, mas quando olhei para a imagem que dá cor a este texto, do não menos talentoso Mário Cruz, da Lusa, percebi que talvez ali estivesse o cavalo vencedor - chamem-lhe feeling. É uma foto em que estão 10 jogadores do Benfica, um por cada golo, de braços entrelaçados, em frente aos adeptos uma noite histórica, inédita em mais de cinco décadas, coisa que eu nunca vi em vida, um 10-0 no campeonato.

E 10 jogadores unidos é sempre melhor que um jogador sozinho a mostrar a sua camisola.

Porque o Benfica de Bruno Lage não é samba de uma nota só, na verdade, nem é os Super Wings, mas sim os Super Wings Equipa, o conceito criado pelo filho de Lage enquanto via a bonecada na televisão.

Porque o Benfica de Lage deu-se ao luxo de marcar 10 e falhar outro na melhor jogada que fez ao longo do encontro, de pé para pé, tudo de primeira, num entendimento quase cósmico entre uma equipa e não entre indivíduos. Foi implacável a castigar os erros do adversário, a quase incúria de quem ao longo do jogo não conseguiu reagir ao massacre que se adivinhava. Chamem-lhe falta de respeito, “não havia nexexidade”, o que quiserem: o Benfica que no domingo aplicou 10 ao Nacional fê-lo porque durante 90 minutos não abdicou daquilo que é: uma equipa intensa, venenosa nas transições, excelente na variação do jogo e a aproveitar o sortido fino de armas (leia-se, jogadores, talento) que tem à sua disposição para criar um poderoso jogo coletivo.

Os 10 na verdade são 1: um momento para a história, uma goleada, uma equipa. E, se calhar mais importante, 1 ponto para o FC Porto, que na sexta-feira voltou a tropeçar, outra vez no concelho de Guimarães, agora na freguesia de Moreira de Cónegos, onde mora a equipa-sensação do campeonato, o Moreirense.

(Breve interrupção para justificar o facto do título da newsletter ser semelhante ao do texto escrito pelo nosso diretor Pedro Santos Guerreiro: já tinha pensado nele domingo à noite e, face à temática, não consegui encontrar alternativa mais apropriada. Não é uma justificação fabulosa, mas as circunstâncias são de exceção e o texto tem hora para chegar até vós, leitores)

E já que estamos a falar em 1, não esquecer que se o Benfica já está a um singelo ponto do FC Porto, o Sp. Braga está, por sua vez, a um ponto do Benfica.

Já o Sporting, mesmo com a vitória em Santa Maria da Feira, já vai a 9 pontos da liderança.

E num início de semana em que muito bom benfiquista se vai rir da previsão do médium Luís Filipe Vieira (sim, aquela do “ainda vão ter saudades de Rui Vitória”), há outra realidade que talvez agrade a todos os adeptos de futebol:

A CHAMPIONS ESTÁ DE VOLTA (desculpem o entusiasmo, nota-se muito que estava com saudades?)

Já só temos uma equipa portuguesa em prova, o FC Porto, que entra em ação já na terça-feira, em casa da Roma, para os oitavos-de-final da prova. A equipa de Sérgio Conceição está numa fase, digamos, esquisita da temporada, mas os romanos também não estão muito melhor: ainda há duas semanas encaixaram sete da Fiorentina na Taça de Itália. Não são 10, mas…

E regressa também a Liga Europa. O engalanado Benfica viaja até Istambul, essa cidade mágica que se estende por dois continentes. O Galatasaray, que está na parte europeia da antiga Constantinopla, é o adversário, quinta-feira, pelas 17h55. Já o Sporting recebe outra equipa em crise, o Villarreal, que este ano já re-contratou um treinador que havia despedido mês e meio antes. O jogo começa às 20h e tem transmissão na SIC.

O QUE SE PASSOU

Há tragédias muito maiores que o resultado de um simples jogo de futebol e também é nelas que temos de pensar - e no que se deveria ter feito para as evitar - quando de repente percebemos que há 10 miúdos que não terão futuro, 10 miúdos que morreram num contentor que não tinha licença para funcionar como dormitório, 10 rapazes que ali estavam, no Ninho do Urubu, o centro de treinos do Flamengo, porque tinham um sonho.

O sonho matou-os, eles não têm culpa, mas alguém tem. Há pouco falei de incúria, mas perder um jogo não é incúria. Isto sim é incúria, a terrível incúria de quem ainda acha que pode desenrascar, uma incúria que é crime.

Choram-se os mortos no Brasil, mas também em Nantes, em Cardiff, em Cululú, na Argentina, o vilório-agora-velório que viu nascer Emiliano Sala. A esperança era pouca, foi-se evaporando e extinguiu-se no momento em que o corpo do avançado foi encontrado dentro do corpo escangalhado do avião onde seguia, no fundo do Canal da Mancha.

Só mais um (por Bruno Vieira Amaral)

Sim, todos os benfiquistas gostam de ganhar 10-0, mas Bruno Vieira Amaral quer apresentar-nos as virtudes do 0-0: "Diz o meu amigo que, a partir de uma determinada quantidade de golos, um jogo deixa de ser um jogo, um combate, e passa a ser uma orgia"

Um 10 nota 20 que são 3 quando só interessa 1

Dez golos são dez goles da poção mágica da motivação. Não há benfiquista que não se sinta dez centímetros mais alto depois disto. O título já não está no papo de ninguém. Vemo-nos daqui a três semanas?

Pronto, Sérgio, já passou, não teremos de voltar a Guimarães tão cedo (por Insónias em Carvão)

O curador internético que dá pelo nome de Insónias em Carvão não pregou olho durante a noite à procura dos melhores posts para vos trazer

Eu não queria ir por aí, mas talvez agora seja um bom momento para falarmos do ordenado de Lage. Deem-lhe um aumento (Um Azar do Kralj)

Vasco Mendonça coligiu vários elogios aos mais variados marcadores de golos e fazedores de assistências deste domingo realmente gordo do futebol do Benfica. Tantos, que teve introduzir o item <strong>treinador</strong> na lista da sua análise, porque, diz ele, o homem merece

“Pensei que o meu pai estava a andar à porrada e quando lá cheguei ele tinha os olhos revirados. Levaram-no, nunca mais o vi. Tinha 12 anos”

Aos 31 anos, Sílvio recorda com saudade o pai, que faleceu durante um treino seu na formação do Benfica quando tinha apenas 12 anos e revela que no dia do funeral foi na mesma ao treino. Casado e pai de dois filhos, depois de várias intervenções cirúrgicas quer provar no Vitória de Setúbal que ainda não está acabado para o futebol. Confessa que se arrepende de decisões que tomou na carreira e afirma que a passagem pelo Atlético de Madrid o marcou, até pelas amizades que criou. Quanto ao futuro, vai passar pelo imobiliário, atividade que já ocupa boa parte do seu tempo, mais do que o surf, o hóbi que pratica desde miúdo

O prato de douradinhos de Acuña e o match do Tinder de Coates que deu para o torto (por Diogo Faro)

Aqui está a análise cuidadosa, internética e gastronómica do humorista Diogo Faro sobre os jogadores do Sporting que foram a jogo contra o Feirense

As Super Wings de Jhonatan e a preocupação do sr. comendador com a greve dos enfermeiros não deixaram o FCP ganhar (por Lá em Casa Mando Eu)

O FC Porto empatou em Moreira de Cónegos (1-1) e Lá em Casa Mando Eu exige medidas drásticas: "A única maneira de aceitar a exibição do senhor comendador é amanhã ele apresentar um documento que resolva não só a greve dos enfermeiros, mas também a bolha imobiliária em Lisboa e no Porto e a situação do Sporting (pronto, esta última foi exagero, peço desculpa)"

Ticha Penicheiro: “Conheci o Magic Johnson, um ídolo, e quando percebi que ele sabia o meu nome e como eu jogava... fiquei de boca aberta”

A antiga basquetebolista portuguesa, considerada uma das melhores bases de todos os tempos, foi nomeada para fazer parte do Women's Basketball 'Hall of Fame', distinção que a deixa orgulhosa e honrada. Afastada há seis anos da WNBA, ainda detém o segundo melhor registo de assistências da história da competição. Fã de Cristiano Ronaldo, garante que não foi tocada por nenhuma varinha mágica quando nasceu e que tudo se deve a muito trabalho, sacrifício e, claro, alguma sorte

A vida idílica de um treinador português na Islândia: “Aqui os diretores de comunicação não têm direito de andar a falar. Fala-se do jogo”

Em 2017, quando o convidaram para treinar na Islândia, Pedro Hipólito mudou-se de armas e bagagens. Subiu da 2ª para a 1ª divisão, trocando o Fram Reykjavik pelo ÍBV, e vai estrear-se oficialmente na nova época este sábado, para a Taça da Liga local: "O mercado islandês é um mercado que quer aprender e nós em Portugal temos muito conhecimento sobre o futebol e temos muita capacidade de ensinar e de fazer muito com pouco"

Varandas ama Keizer que ama Gudelj, Bruno Gaspar e Petrovic, mas não ama Jovane Cabral nem Miguel Luís (por Nicolau Santos)

Nicolau Santos, presidente do Conselho de Administração da Lusa, jornalista e, para o que realmente interessa neste texto, sportinguista dos sete costados, escreve para a <strong> Tribuna Expresso </strong>sobre o momento menos simpático em Alvalade. Tudo começa com uma citação de um poema de Carlos Drummond de Andrade

ZONA MISTA

"Podem ter a certeza de que não falo mais de arbitragem até ao final da época"

Sérgio Conceição após mais uma escorregadela do FC Porto no campeonato, agora em Moreira de Cónegos. Fica aqui, para memória futura

O QUE AÍ VEM

Segunda-feira

Fecha a jornada 21 da liga portuguesa: V. Setúbal-Belenenses SAD (às 20h15, na Sport TV1). Lá mais a norte, a armada portuguesa do Wolverhampton recebe o Newcastle (20h, Sport TV2). Na liga espanhola há um Alavés-Levante (20h, Eleven Sports1).

Arrancam as transmissões do torneio ATP 500 de Roterdão, que se estendem por toda a semana (a partir das 11h30, Sport TV4) e segue o Mundial de esqui alpino, em Are, na Suécia (14h45, Eurosport1).

Terça-feira

Está de regresso a Liga dos Campeões (IEI!). O FC Porto, a única equipa portuguesa em prova joga em casa da Roma (20h, TVI) e o Manchester United recebe o Paris SG (20h, Eleven Sports2). Tudo para os oitavos-de-final da prova.

E para encher ainda mais a barrigada europeia, antes disso arrancam os 16-avos-de-final da Liga Europa com um encontro antecipado entre o Fenerbahçe e o Zenit São Petersburgo (17h55, Sport TV1).

Quarta-feira

Mais Champions (SIM!): Ajax-Real Madrid (20h, Eleven Sports1) e Tottenham-Borussia Dortmund (20h, Eleven Sports2).

No campeonato nacional de andebol joga-se o FC Porto-Avanca (20h25, Porto Canal).

Quinta-feira

Depois da abertura em regime de soft opening na terça-feira, começam a sério os embates dos 16-avos-de-final da Liga Europa e com Benfica e Sporting a jogar. As águias entram primeiro na batalha, em Istambul, frente ao Galatasaray (17h55, Sport TV1). Já o Sporting recebe o Villarreal (20h, SIC).

Ainda a ver: BATE Borisov- Arsenal (17h55, Sport TV2), Lazio-Sevilha (17h55, Sport TV3), Rennes- Bétis (17h55, Sport TV4), Rapid Viena-Inter Milão (17h55, Sport TV5), Malmo-Chelsea (20h, Sport TV2), Celtic-Valencia (20h, Sport TV3), Shakhtar Donetsk-Eintracht Frankfurt (20h, Sport TV4) e Zurique-Nápoles (20h, Sport TV5).

Segue o Mundial de esqui alpino (13h e 16h30, Eurosport1).

Sexta-feira

Depois do inebriamento europeu, regressa a liga portugesa: o Rio Ave-Santa Clara abre a 22.ª jornada (20h30, Sport TV1).

A Juventus de Cristiano Ronaldo joga com o Frosinone na Serie A (19h30, Sport TV3), o Bayern em casa do Augsburgo na Bunderliga (19h30, Eleven Sports1) e o Lyon recebe o Guingamp na liga francesa (19h45, Eleven Sports2).

Há ainda um QPR-Warford na Taça de Inglaterra (19h45, Sport TV2).

Já para lá da meia-noite, arranca o All Star da NBA, edição de 2019. Hoje é dia do Rising Stars Challenge, um jogo com as mais jovens estrelas da liga (2h, Sport TV1).

Continuam as provas do Mundial de esqui alpino (13h e 16h30, Eurosport1).

Sábado

Depois da viagem a Roma, o FC Porto recebe o V. Setúbal para o campeonato (20h30, Sport TV1). Antes há um Nacional-Feirense (15h30, Sport TV2) e um V. Guimarães-Portimonense (18h, Sport TV2). Na 2.ª Liga, o Varzim recebe o Benfica B (11h, Sport TV1).

Lá fora também não falta bola: na liga espanhola há Celta de Vigo-Levante (12h, Eleven Sports1), Rayo Vallecano-At. Madrid (15h15, Eleven Sports1), Real Sociedad-Leganés (17h30, Eleven Sports1) e Barcelona-Valladolid (19h45, Eleven Sports1).

Nos oitavos-de-final da Taça de Inglaterra joga-se o Brighton-Derby County (12h30, Sport TV2), Wimbledon-Milwall (15h, Sport TV3) e o Newport County-Manchester City (17h30, Sport TV1).

Na Serie A, há um Cagliari-Parma (17h, Sport TV3) e um Atalanta-Milan (19h30, Sport TV3) e na Ligue 1 um Marselha-Amiens (16h, Eleven Sports3) e um Monaco-Nantes (19h, Eleven Sports2). Na Bundesliga jogam Estugarda e RB Leipzig (14h30, Eleven Sports2) e na liga holandesa Heerenveen e PSV (18h45, Sport TV5).

Na Liga dos Campeões de andebol, jogam Vardar e Veszprem (16h30, Sport TV4). O Mundial de esqui alpino entra na reta final (9h45 e 13h15, Eurosport1). No campeonato nacional de voleibol, o Leixões recebe o Sporting (17h, Sport TV5). O Mundial de Fórmula E viaja para a Cidade do México (18h e 22h, Eurosport1). E continua o All Star da NBA: sábado é como sempre dedicado ao concursos, com destaque para o dos afundanços (1h, Sport TV1).

Domingo

O Sporting-Sp. Braga é o jogo do dia na liga portuguesa (20h, Sport TV1), mas antes disso ainda há Belenenses SAD-Marítimo (15h, Sport TV1), Moreirense-Tondela (15h, Sport TV5) e Chaves-Boavista (17h30, Sport TV5). Para a 2.ª Liga, jogam Sp. Covilhã e Paços Ferreira (11h15, Sport TV1).

Logo pela fresquinha há um Real Madrid-Girona (11h, Eleven Sports1) na liga espanhola, que também terá um Valencia-Espanyol (15h15, Eleven Sports1), um Villarreal-Sevilha (17h30, Eleven Sports1) e um Bétis-Alavés (19h45, Eleven Sports1).

Para a liga italiana há SPAL-Fiorentina (11h30, Sport TV3), Génova-Lazio (14h, Sport TV3), Inter-Sampdoria (17h, Sport TV3) e Nápoles-Torino (19h30, Sport TV3).

Na Ligue 1 há Lille-Montpellier (14h, Eleven Sports3) e o Saint-Étienne-Paris SG (20h, Eleven Sports2). Na Alemanha, um Eintracht Frankfurt-Borussia M'gladbach (14h30, Eleven Sports2). Há ainda um Bristol City-Wolverhampton (13h, Sport TV2) e um Doncaster Rovers-Crystal Palace para os oitavos-de-final da Taça de Inglaterra (16h, Sport TV2).

Último dia do Mundial de esqui alpino, em Are (9h30 e 13h, Eurosport1). A final do ATP 500 de Roterdão, em ténis, joga-se a partir das 14h30 (Sport TV4) e o fim de semana desportivo termina, para aqueles que aguentam dormir pouco, com o All Star Game da NBA (1h, Sport TV1).

HOJE DEU-NOS PARA ISTO

A brincar, a brincar, faltou pouco para o 'quinzazero'

O exagero é uma das técnicas do humor, mas o certo é que este <em>sketch </em>dos primórdios dos Gato Fedorento, ainda da fase SIC Radical, quase que se tornava realidade. Porque frente ao Nacional o Benfica marcou 10, mas até podiam ter sido mais