Tribuna Expresso

Perfil

O cabelo do Celestino

Partilhar

No sítio onde vivi até aos 10 anos a RTP não chegava, a RDP chegava mal, e por isso o futebol português chegou-me mais tarde, apenas quando cá cheguei. Daí que as minhas memórias do Famalicão não sejam as melhores para quem é de lá e é daquele clube.

Lembro-me de Celestino, ou melhor, do penteado formidável de Celestino e dos dois autogolos no Benfica 8-0 Famalicão, de 1993-94. Não é simpático, eu sei. No primeiro, Celestino fez um corte desastrado, no segundo cabeceou violentamente a bola lá para dentro, o primeiro e sétimo golos do jogo. Mas Celestino não se escondeu e na conferência de imprensa abriu candidamente o coração: “Foi um jogo de péssima memória, mas foi um jogo que já passou. Tenho de levantar a cabeça. Fui extremamente feliz. Já estive três anos parados por lesão, depois por mais meio ano parado por outra”.

Nessa época, o Famalicão desceu à II e foi trambolhando campeonatos abaixo até ao ponto mais baixo da sua história: a Divisão de Honra da Associação de Futebol de Braga. Foi em 2008-09, obviamente já sem Celestino que encerrara a sua azarada carreira anos antes, com 32, no Varzim, após sair de Vila Nova de Famalicão, onde aliás nasceu.

Agora, em 2019-20, duvido que Celestino reconheça o clube da sua terra neste que joga no remodelado Municipal 22 de junho. Celestino estará certamente feliz de o ver no primeiro lugar da primeira divisão com um ponto a mais (15) do que Benfica e FC Porto e só um empate em cinco jogos. Mas Celestino não compreenderá como é que isto foi acontecer. Como é que o Famalicão joga com cinco emprestados no onze e um deles é do Braga (Fábio Martins), outro do Wolverhampton (Roderick), outro ainda do Atlético de Madrid (Pérez), e dois do Valencia (Racic e Certeles) - e não de Valença. E como é que o Famalicão comprou Gustavo Assunção ao Atlético de Madrid, Pedro Gonçalves ao Wolverhampton, Tony Martínez ao West Ham e Rúben Lameiras ao Plymouth?

A resposta, caro Celestino, não a encontrará nas estrelas, mas no lugar de onde emanam todos os fenómenos futebolísticos espontâneos: Jorge Mendes. É assim: Jorge Mendes é bastante amigo de Adin Ofer, um israelita para lá de milionário que detém 32% da SAD do Atlético de Madrid, clube que comprou ao Benfica o agenciado de Jorge Mendes, João Félix, usando a empresa de Ofer chamada Quantum Pacific como banco para financiar a operação de 126 milhões de euros.

Ora, como explicou o CEO da SAD do Famalicão ao Diogo Pombo neste artigo, Jorge Mendes trouxe Adin Ofer e Adin Ofer comprou 51% das ações. Posteriormente, há coisa de uma semana, a Quantum Pacific investiu mais um bocado e agora detém 85% da Sociedade Anónima Desportiva. Ou seja, a SAD do Famalicão é de Adin Ofer e assim se explicam as entradas dos futebolistas do Atlético de Madrid e do Valencia e do West Ham e do Wolverhampton e do Braga - e mais que não foram referidos anteriormente. De uma forma ou de outra, estão todos ligados a Adin Ofer ou a Jorge Mendes ou à Gestifute, por relações privilegiadas com os emblemas ou com os atletas em questão.

O negócio é o do costume: dar minutos aos jogadores, valorizá-los e, claro, vendê-los. E assim nasce um novo clube-proveta que na próxima semana irá encontrar o Sporting, onde a ligação a Mendes foi reaberta e a ideia de venda da SAD a investidores estrangeiros anda subliminarmente a ser implantada.

O que se passou

O Benfica ganhou ao Gil Vicente jogando q.b., o FC Porto bateu o Portimonense nos descontos (e com um raspanete verbalmente violento de Conceição a Nakajima) e o Sporting empatou no Bessa. Por outro lado, Neymar foi insultado, mas foi de bicicleta até à vitória, e o Manchester City perdeu com o Norwich.

“Foi o Veiga que me pôs nos sub-21, porque quem manda nas seleções são os agentes, para valorizar jogadores, interesses. Agora é o Mendes”

Carlitos cresceu na zona da Arrentela com o sonho de um dia vingar no Benfica. Chegou lá, mas nunca conseguiu impôr-se no clube que, segundo ele, preferiu enviá-lo para fora a vê-lo em clubes rivais: “fizeram de mim o que quiseram”. Diz que ainda se encontrou com Pinto da Costa, Carolina Salgado e um agente num restaurante fechado só para ele, mas teve medo do presidente do FCP. Confessa que perdeu a cabeça com roupas de marca e carros, mas assume ter amadurecido depois de estar ano e meio sem receber ordenado, na Alemanha. Dedicado aos negócios da construção, vendeu uma casa a Coates, embora gostasse de continuar a jogar futebol. Aos 37 anos, anda à procura de clube

Olho à Belenenses? Check. Camisola rasgada à Rui Jorge? Também. Braço partido depois de um atropelamento na Boavista? Certo

Sem mais delongas, o fim de semana desportivo visto pelos olhos clínicos e cínicos do nosso curador implacável que dá pelo nome de Insónias em Carvão

Diogo Faro não se quer entusiasmar mas neste momento só se alegra com a esperança que Bolasie salve os tempos negros que se avizinham

O Sporting empatou no Bessa (1-1), na 5ª jornada da Liga, e Diogo Faro revela o diálogo entre Renan e Luís Neto que antecedeu o golo do Boavista

Lá em Casa Mando Eu acha que Marcano é grande, Lá em Casa Mando Eu adora Marcano, Lá em Casa Mando Eu nunca diria mal de Marcano

Catarina Pereira ia adormecendo no sofá, ao intervalo do Portimonense-FC Porto (2-3), mas depois ainda ia a tempo de ter um enfarte, antes de aparecer Marcano a salvar o dia

“Antes disto, já me sentia o rei da capoeira”

Jorge Fonseca é o primeiro judoca português campeão do mundo, feito que celebrou com uma dança notável que se tornou viral. “Saiu-me”, diz ele nesta entrevista ao Expresso em que recorda celebrações, a paternidade precoce e o cancro que o levou a sessões duríssimas de quimioterapia

Adel merece que nos unamos contra os poderes instituídos. Isto não pode ser só Pizzi e Bruno Fernandes

Vasco Mendonça, de Um Azar do Kralj, está irremediavelmente rendido ao marroquino que ressuscitou para se tornar num dos jogadores mais influentes do SLB. Quem diria?

Zona mista

Se quiserem arranjar problemas por terem alguma coisa entalada na garganta... ”, Jorge Jesus, após o triunfo do Flamengo diante do Santos, para o Brasileirão

O que aí vem

Começam as competições europeias com cinco clubes portugueses (e um Atlético de Madrid - Juventus) e o mundial de râguebi arranca na sexta-feira, do outro lado do mundo, no Japão.

TERÇA-FEIRA*
Inter - Slavia de Praga (17h55, Eleven Sports)
Lyon - Zenit (17h55, Eleven Sports)
Ajax - Lille (20h, Eleven Sports)
Chelsea - Leipzig (20h, Eleven Sports)
Benfica - RB Leipzig (20h, TVi)
Nápoles - Liverpool (20h, Eleven Sports)
RB Salzburgo - Genk (20h, Eleven Sports)
Dortmund - Barcelona (20h, Eleven Sports)

*Jogos da Liga dos Campeões

QUARTA-FEIRA*
Olympiacos - Tottenham (17h55, Elevn Sports)
Brugge - Galatasaray (17h55, Eleven Sports)
D. Zagreb - Atalanta (20h, Eleven Sports)
B. Leverksuen - Lokomotiv (20h, Eleven Sports)
Atlético Madrid - Juventus (20h, Eleven Sports)
Shakhtar Donetsk - Manchester City (20h, Eleven Sports)
PSG - Real Madrid (20h, Eleven Sports)
Bayern Munique - Estrela Vermelha (20h, Eleven Sports)

* Jogos da Liga dos Campeões

QUINTA-FEIRA*
Getafe - Trabzonspor (17h55)
D. Kiev - Malmö (17h55)
Linz - Roseborg (17h55)
PSV - Sporting (17h55, SIC)
Cluj - Lazio (17h55, SportTV)
Copenhaga - Lugano (17h55)
Basileia - Krasnodar (17h55)
Karabag - Sevilha (17h55)
Rennes - Celtic (17h55)
S. Liége - Vitória SC (17h55, SportTV3)
Eintracht Frankfurt - Arsenal (17h55)
Apoel - Dudelange (17h55)
Bratislava - Besiktas (20h)
Manchester United - Astana (20h, SportTV)
Partizan - AZ Alkmaar (20h)
Rangers - Feyenoord (20h, SportTV)
Wolverhampton - Braga (20h, SportTV)
FC Porto - Young Boys
(20h, SportTV)
Wolfsburgo - PFC Oleksandiya (20h)
Espanyol - Ferencvars (20h)
Ludogorets - CSKA Moscovo (20h)
Gent - St. Étienne (20h)
B. M'Glradbach - Wolfsberger (20h)
Roma - Basaksehir (20h, SportTV)

*Jogos da Liga Europa

SEXTA-FEIRA
Japão - Rússia (11h45, Mundial de râguebi)
Paços de Ferreira- Aves (20h30, SportTV)

SÁBADO
Belenenses - Rio Ave (18h, SportTV)
Nova Zelândia - África do Sul (10h45, Mundial de râguebi)
Moreirense - Benfica (20h30, SportTV)

DOMINGO
GP de Singapura (13h, F1, Eleven Sports)
Gil Vicente - Boavista (15h30, SportTV)
V. Setúbal - Portimonense (18h, SportTV)
Tondela - Vitória SC (18h, SportTV)
FC Porto - Santa Clara (20h30, SportTV)

SEGUNDA-FEIRA
Braga - Marítimo (19h, SportTV)
Sporting - Famalicão (21h, SportTV)

Hoje deu-nos para isto

Há 25 anos, o Famalicão

Ora então, recordamos aqui o jogo com que arranca esta newsletter. É o 8-0 na Luz, dos dois autogolos de Celestino, e tem comentário e relato e também conferência de imprensa. Era tudo em sinal aberto e há quem diga que tem saudades desse tempo