Tribuna Expresso

Perfil

A geração CR7 & alli

Partilhar

VI-Images

A Geração de Ouro, aquela que nasceu dos campeonatos de Riade e de Lisboa, tem um lugarzinho reservado na minha geração: tenho 40 anos, não vi o Mundial de 1966 e quando aconteceu o Europeu de 1984 era novo demais para dizer, hoje, que me recordo de Chalana e companhia - as falsas memórias que trago dessa competição foram construídas depois, com vídeos, conversas e artigos.

Durante muitos anos, aquele grupo de jogadores formidáveis - Figo, Rui Costa, João Vieira Pinto, Fernando Couto, Paulo Sousa - estabeleceu um padrão de qualidade sustentado num fenómeno de geração espontânea que julgávamos impossível no nosso futebol, tão atrasado nas mentalidades, nas infraestruturas e nos procedimentos. Não nos podemos esquecer que Saltillo acontecera apenas três anos antes dos golos de Abel Silva e de Jorge Couto nos transformarem para sempre.

Depois, veio o Euro1996 e sobretudo o Euro2000, onde Portugal derrotou a Inglaterra e a Roménia, humilhou a Alemanha, ultrapassou a Turquia e perdeu contra a poderosíssima França nas meias-finais. A Geração de Ouro não saiu inteiramente vingada da Holanda e da Bélgica, mas foi a este campeonato que os seguintes seriam comparados por quem nasceu nos finais dos anos 70. E isto inclui o Euro2004 e o Mundial2006, em que Portugal chegou igualmente longe, e também o Euro2016, que resultou naquilo que sabemos.

Mas para nós, em nenhum destes a Seleção jogou tão bem como em 2000, mesmo com Cristiano Ronaldo. Obviamente, eu e os meus amigos admitimos opiniões diferentes, mas não as levamos assim tanto em consideração.

Por outro lado, há algo em que estamos razoavelmente de acordo: é possível - reparem, possível - que o que aí vem possa substituir um mito por outro.

Chamemos-lhe: Geração CR7 & alli

Há portugueses indiscutíveis, titulares ou bastante utilizados nos clubes das ligas mais competitivas da Europa - e alguns deles até estão nos melhores clubes dessas ligas. Nomeando-os aleatoriamente, estamos assim: Bernardo Silva (Manchester City), Bruno Fernandes (Manchester United), João Félix (Atlético de Madrid), Diogo Jota (Liverpool), Trincão (Barcelona), Cancelo (Manchester City), Rúben Dias (Manchester City), Raphaël Guerreiro (Borussia de Dortmund) e Danilo (Paris Saint-Germain).

E ainda temos a entourage Wolverhampton (Rui Patrício, Nelson Semedo, Pedro Neto e João Moutinho), William Carvalho (Bétis) e Renato Sanches Lille). E o magnético Cristiano Ronaldo, que já se cruzou com muita gente anteriormente, mas que mantém uma taxa de eficácia assustadora, correndo para se transformar no maior goleador da história do futebol.

Portugal tem o que americanos consideram ser o full package: os jogadores certos nos lugares certos, uma Federação profissionalizada como poucas, política e financeiramente estável e com os contactos necessários na UEFA e na FIFA. Num plano abstrato, é legítimo pensar em ganhar a Liga das Nações e depois o Euro2021? Sim. Mas também o é pedindo que se jogue bem, porque há um legado que pode ser construído em cima de tudo isto.

E os legados sobrevivem no tempo.

O QUE AÍ VEM
Havia uma justificação para o que foi em cima escrito: Portugal joga com a frágil Andorra e a seguir enfrenta França, em casa, para a Liga das Nações. O futebol nacional pára um bocadinho, mas há muitos jogos internacionais para seguir.

Segunda-feira, 9
O (despromovido na secretaria) V. Setúbal recebe o Pinhalnovense, no Campeonato de Portugal, às 20h, no 11

Terça-feira, 10
Sendo semana de seleções, não há competições europeias, mas há Liga Revelação: Boavista-V. Guimarães, 17h, no 11.

Quarta-feira, 11
Começam a jogar as seleções: Portugal recebe Andorra, em amigável, às 19h45 (RTP1). Também em amigável, destaque para o Holanda-Espanha (19h45, SportTV). À tarde, na Liga BPI feminina, há jogo grande entre Braga e Famalicão, líderes da série Norte, às 15h no 11.

Quinta-feira, 12
Há muito mais jogos de seleções, com destaque para a seleção sub-21, que recebe a Bielorrússia, na qualificação para o Euro, às 19h30, no 11. Às 20h, Inglaterra-Irlanda no Norte, em amigável.

Sexta-feira, 13
Destaque para os jogos do outro lado do Atlântico: Argentina-Paraguai, à meia-noite; e Colômbia-Uruguai, às 20h30, ambos de qualificação para o Mundial.

Sábado, 14
À meia-noite e trinta, Brasil-Venezuela, também em qualificação para o Mundial. Já na Liga das Nações, há Portugal-França, às 19h45 (RTP1), à mesma hora do Alemanha-Ucrânia (SportTV). Na Liga BPI feminina, é dia de dérbi entre Benfica e Sporting, às 14h, no 11.

Domingo, 15
Mais um dia recheado de jogos de seleções, com destaque para o Portugal-Chipre de sub-21, às 19h30, no 11. Nos graúdos, às 19h45, há Dinamarca-Islândia e Itália-Polónia.

ZONA MISTA
“Em todo o lado são cinco substituições, mas aqui acreditamos que somos pessoas mais especiais. Não protegemos os jogadores e é por isso que é um desastre. Exigirei, se as pessoas permitirem, que voltemos às cinco substituições” Pep Guardiola, mas tanto ele como Klopp criticaram o facto de a Premier League ser a única liga que manteve o limite de três substituições, mesmo com o calendário apertado de jogos

O QUE SE PASSOU
O Sporting está na liderança isolada do campeonato depois de destroçar o Vitória Sport Clube; o FC Porto bateu o Portimonense em casa e o Benfica perdeu com o Braga na Luz. À margem disto, Benfica, Santa Clara e Sporting foram alvos de buscas da Polícia Judiciária, por motivos diferentes.

PJ faz buscas no Benfica e no Santa Clara por suspeitas de corrupção desportiva. Benfica confirma diligências

A notícia foi avançada pela “Sábado” e depois secundada pela CMTV e TVI24. À Tribuna Expresso, o Benfica assumiu a presença dos agentes nas instalações do clube

PGR confirma buscas a clubes: “recebimento indevido de vantagem, corrupção ativa e passiva, fraude fiscal, branqueamento”

Os estádios do Benfica e do Santa Clara estão a ser alvos de busca por parte de inspetores da Polícia Judiciária e da Autoridade Tributária por suspeitas de corrupção desportiva. Sem os nomear, a Procuradoria-Geral da República avança que estão a decorrer oito buscas domiciliárias; uma, a uma fundação; seis, a instalações de três sociedades desportivas; nove, a outros tipos de sociedade; três, a dois clubes desportivos; e duas, a dois escritórios de advogados. No total, são 29 buscas

Os golos de Pote não têm arabescos, nem cornucópias, nem rodriguinhos, seguem apenas o caminho natural

Bruno Vieira Amaral escreve sobre expetativas, centrando a sua análise na “alegria transbordante” de Pedro Gonçalves, mais conhecido por Pote

Benfica e uma defesa em recolher obrigatório

Com uma defesa destas, não há ataque que aguente. O Benfica perdeu por 3-2 frente ao Sp. Braga, a segunda derrota consecutiva no campeonato, num jogo em que começou por não ter soluções para as fileiras cerradas dos minhotos, oferecendo, como bónus, três golos após três erros defensivos grosseiros. Foi apenas com Grimaldo e Taraabt em campo que a equipa de Jorge Jesus se recompôs e o empate chegou a estar perto

👀 Otamendi: Fazei-me justiça, ó Deus, e defende a minha causa contra um povo infiel; livra-me dos homens traidores e perversos. Salmos 43:1

Vasco Mendonça recorreu aos préstimos do livro dos livros para analisar humoristicamente (e religiosamente) um por um todos os jogadores do Benfica que jogaram contra o Braga, na Luz. Para ler, que deu algum trabalho ao autor, como o leitor imaginará

A melhor cara do FC Porto é a cara de Sérgio Oliveira

O médio do FC Porto marcou e ofereceu duas assistências na vitória do FC Porto por 3-1 sobre o Portimonense. Depois de uma 1.ª parte fraca, em que os algarvios até foram os primeiros a marcar, os campeões nacionais, que tiveram Sérgio Conceição na bancada, subiram o nível no segundo tempo, sempre com o internacional português como pêndulo

Lá em Casa Mando Eu viu o olhar fulminante de Conceição a Uribe e prevê que este seja de novo castigado por violenta expressão oftalmológica

Catarina Pereira gostou também de ver João Mário, Nakajima e Romário Baró a entrar nos últimos minutos do jogo com o Portimonense, seguramente uma homenagem a Taremi

Liverpool empata com o City, Mourinho foi líder durante horas, Leicester comanda a Premier League

Aqui está o resumo dos jogos da Premier League deste domingo, campeonato marcado pela extrema competitividade e indefinição

Depois de ganhar ao Everton, Rashford recebeu a chamada que desejava: a do primeiro-ministro, a anunciar apoios a 1,7 milhões de crianças

Boris Johnson telefonou ao avançado do Manchester United, que nos últimos meses tem lutado por programas de apoio alimentar a centenas de milhares de crianças carenciadas, para que fosse um dos primeiros a saber que os seus esforços foram finalmente ouvidos: o governo britânico vai canalizar mais de 300 milhões de euros para dar refeições aos mais carenciados durante as férias escolares até ao natal de 2021

Diogo Faro viu Coates passear-se nas calmas no relvado como quem joga golfe enquanto ignora que acabou de perder as eleições presidenciais

O humorista viu a vitória do Sporting por 4-0 em Guimarães e acha que depois de mais dois golos já está na hora de começar a tratar Pedro Gonçalves por Bas Pote

O Colégio Eleitoral do Sporting escolheu o presidente Pedro Gonçalves

Em dia de mudanças na capital do mundo livre, no Sporting também há uma passagem de testemunho. Bruno Fernandes já pode ser esquecido, em Alvalade há agora um novo líder, Pedro Gonçalves, que com mais dois golos e uma assistência na vitória dos leões por 4-0 em Guimarães, aparece como o futuro do clube, que vai terminar a 7.ª jornada no topo da tabela

HOJE DEU-NOS PARA ISTO

Aquele Mundial que ninguém esquece

Recordando o triunfo de Portugal sobre o Brasil num estádio da Luz ao rubro, em 1991