Tribuna Expresso

Perfil

Os loucos do andebol

Partilhar

Portugal venceu a França, por 29-28, e qualificou-se para os Jogos Olímpicos

Portugal venceu a França, por 29-28, e qualificou-se para os Jogos Olímpicos

Alexandre Dimou

Quando era miúda tinha a mania que era boa a resolver enigmas, provavelmente consequência do meu amor por Agatha Christie. Mas este fim de semana deparei-me com um em que falhei redondamente. Então é assim:

um pai está a levar o filho para uma entrevista de emprego numa grande empresa da bolsa. Quando chegam ao parque de estacionamento da empresa, o telemóvel do filho toca. Ele olha para o pai, que lhe diz: "Força, atende." Quem lhe está a ligar é CEO da empresa, que lhe diz: "Boa sorte, filho, vai correr bem". O filho desliga a chamada e olha para o pai, que está com ele dentro do carro. Como é que isto é possível?

As caras intrigadas das pessoas que são questionadas (que pode ver aqui) mostram como o nosso cérebro já é preconceituoso por sistema, mesmo que não queiramos que ele o seja: considero-me feminista e mesmo assim falhei estupidamente, o que muito me envergonha. Na verdade, é extremamente simples: o CEO da empresa é a mãe do rapaz.

Na semana passada assinalámos todos o dia Internacional da Mulher, com pompa e circunstância, para logo no dia seguinte voltarmos ao habitual: desconsiderar as mulheres, seja lá em que área for, mas particularmente no desporto. Basta conferir estas (muito inteligentes) versões em gráfico dos três maiores jornais desportivos portugueses no dia seguinte ao dia Internacional da Mulher, que mostram claramente para onde é que elas são remetidas na escala da relevância desportiva em Portugal: pequenos quadradinhos de atenção nas últimas páginas.

Lembrei-me disto esta manhã, quando, após o GIGANTESCO feito da seleção masculina de andebol, olhei para as capas dos desportivos portugueses e descobri que, na escala de relevância dos assuntos desportivos em Portugal, um jogador de futebol correr muito rápido nos treinos e outro marcar três golos a um dos últimos classificados da liga italiana são feitos muito mais impressionantes do que uma qualificação para os Jogos Olímpicos. Estamos sempre a aprender com a enorme cultura desportiva em Portugal.

Citando Paulo Jorge Pereira, o selecionador de andebol (que também disse ontem que espera que "os governantes acordem, porque o desporto precisa de mais"), numa entrevista que vale muito a pena (re)ler (e falta agora saber quando vão fazer a prometida tatuagem pela qualificação):

"Há muito para fazer, ainda não é suficiente. Espero que o impulso destas duas participações ajude. Só agora é que começámos a aparecer na RTP - foi preciso ficarmos em 6.º lugar no Europeu e chamar a atenção de toda a gente para o Mundial dar na RTP. E na RTP2, calma. O passo seguinte é começarmos a dar na RTP1. Mas uma coisa de cada vez. Nós em Portugal temos de melhorar em muita coisa. A importância que é dada ao desporto... as pessoas que lideram o nosso país têm de dar muito mais importância ao desporto. Não é só a questão da saúde. O desporto de alto rendimento é um veículo extraordinário para que o nosso país seja promovido. Eu gostava que quem lidera o nosso país viesse assistir a um estágio nosso, ficar ali ao lado, a ver o que nós trabalhamos."

O impressionante feito desta seleção, num país que pouco liga ao desporto e que deixou sem problemas de consciência a maioria dos jovens fechados em casa no último ano, devia obrigar-nos a começar a dar ao desporto, e não apenas ao futebol masculino, a importância que ele merece numa sociedade que se quer moderna e, por isso, igualitária.

"Posso parecer louco, mas vamos lutar pelas medalhas nos Jogos Olímpicos”.

Não há nada como um bocadinho de loucura para agitar o marasmo.

O que se passou

Leia também

Sobre o fim de Ronaldo e Messi: para quem já foi um deus, ser apenas humano é uma despromoção imperdoável

É muito tentadora a ideia de ser o primeiro a decretar o fim de uma era. A <em> pax cristiana </em>e a <em>pax messiana </em>já duram há tanto tempo que, apesar de todo o brilhantismo individual, apesar de todos os títulos coletivos conquistados, há uma necessidade de mudança, o cansaço da repetição, todos os dias os mesmos filmes nos mesmos canais. E quando alguma coisa não lhes corre bem hordas de profetas tardios correm para as ruas – “o mundo acabou de acabar!” – esquecendo-se de que se o mundo tivesse acabado eles não estariam cá para o anunciar

Leia também

Histórico: Seleção Nacional de andebol está nos Jogos Olímpicos de Tóquio

A Seleção Nacional de andebol bateu a França por 29-28 e consegue uma inédita participação nos Jogos Olímpicos. O golo que valeu a vitória a Portugal apareceu a menos de 10 segundos do final do jogo. Depois das participações históricas no último Europeu e Mundial, a equipa de Paulo Jorge Pereira volta a chegar onde nenhuma outra seleção de pavilhão portuguesa havia chegado

Leia também

Dor psicológica e superação: o desporto nacional

"65 milhões de euros não resolvem problemas (por vezes, até agigantam assimetrias) e podem, em boa verdade, distrair-nos apenas do tema verdadeiramente central que é o reconhecimento inequívoco da importância da atividade física e do desporto nas sociedades modernas", escreve a psicóloga de desporto e performance Ana Bispo Ramires

Leia também

Taarabt: acertar na cara uma vez, é descuido; acertar duas, é mania estranha; três, é do foro clínico. Não sei se a estrutura está atenta

Mas nem tudo é mau: há um antídoto para o Benfica 2020/21 e chama-se Diogo Gonçalves. A cada investida sua no ataque, é como se todos os manuais de auto-ajuda se concentrassem naquele pé direito e nos dissessem: sim, é possível voltar a amar. Por Vasco Mendonça

Leia também

Ronaldo marcou um hat trick e o mundo acha que foi uma resposta às críticas, quando a diferença foi não ter apanhado Manafá pela frente

Ora bem, Catarina Pereira não esquece o jogo de Turim e volta a deixar um elogio a Manafá, um dos jogadores do FC Porto que alinharam no triunfo portista diante do Paços. A autora deixou também os parabéns à seleção de andebol pela qualificação para os Jogos Olímpicos. Assim se vê o ecletismo

Leia também

Matheus Reis, Jovane & Tabata: bem-vindos ao Carne Toda no Assador Challenge, by Rúben Amorim (featuring Diogo Faro)

Aqui está a análise do humorista Diogo Faro aos jogadores do Sporting que derrotaram o Tondela. O autor promete (e cumpre) com bitaites futebolísticos

Leia também

“Chamavam-me maluco, prefiro irreverente: baixei os calções e mostrei o rabo, no meio dos festejos, dos insultos e dos assobios”

Baixar os calções e mostrar o rabo durante breves segundos, aos 16 anos, durante um Mundial, valeu-lhe uma suspensão de um ano, castigo que Paulo Santos não aceitou bem. O ex-guardião, que passou por Sporting, Benfica e FC Porto, tem a sensação de que lhe colaram uma imagem errada durante toda a carreira - e que esta saiu prejudicada por isso

Zona mista

"O passado pertence aos museus (e quem melhor do que eu para dizê-lo), mas o futebol tem memória e eu também"

- Cristiano Ronaldo a explicar ao mundo que as notícias do seu desvanecimento futebolístico são, mais uma vez, manifestamente exageradas - e já lá vai mais um hat trick para a conta

O que aí vem

- Segunda-feira, 15
⚽ O Sporting de Braga vai a Famalicão (20h15, SportTV) apadrinhar a estreia de Ivo Vieira no banco famalicense, após a saída de Silas, e vai tentar recuperar o 2.º lugar - tem 49 pontos, menos dois do que o FC Porto, que já jogou a 23.ª jornada da Liga.
🏀 Às 23h, na SportTV, há o primeiro de muitos jogos da NBA (todos os dias da semana, por volta da meia-noite): Charlotte Hornets-Sacramento Kings.

- Terça-feira, 16
⚽ Está de volta a Liga dos Campeões: às 20h, Real Madrid-Atalanta e Manchester City-Borussia M'gladbach, ambos na Eleven.

- Quarta-feira, 17
🇪🇨 Logo às 0h30 (SportTV), os equatorianos do Independiente del Valle, equipa liderada por Renato Paiva, recebem o Unión Española, na 2.ª mão da 2.ª eliminatória da Libertadores (na 1.ª os chilenos venceram 1-0).
👧 Às 18h, no Canal 11, há final da Taça da Liga feminina, um dérbi entre Benfica e Sporting. Este fim de semana, para o campeonato, no Seixal, o Sporting venceu por 1-0, com um golo de Carolina Mendes, e ascendeu à liderança.
🤾🏻 Às 19h, há andebol na BTV, com o Benfica a receber o ABC.
⚽ Às 20h, mais Champions na Eleven: Chelsea-Atlético de Madrid e Bayern Munique-Lazio.
🏑 Às 20h30, em hóquei, há FC Porto-Oliveirense, no Porto Canal.
🥅 Às 21h, no Canal 11, há dérbi de futsal entre Benfica e Sporting, para a Liga Placard.

- Quinta-feira, 18
⚽ Já não há clubes lusos na Liga Europa, mas ainda há vários jogadores e treinadores: destaque para o Shakhtar Donetsk-Roma, às 17h55 (SportTV), a mesma hora do Dinamo Zagreb-Tottenham (SIC); e para o AC Milan-Manchester United, às 20h (SportTV).
🏐 Em vólei, há Benfica-AJM FC Porto no feminino, às 20h30, na BTV.

- Sexta-feira, 19
🏐
Às 16h, há vólei no masculino com o dérbi Benfica-Sporting, na BTV.
⚽ Começa a 24.ª jornada da Liga portuguesa, às 20h30, com o Gil Vicente-Nacional (SportTV).
🤾🏻 Às 19h, em andebol, o Boa-Hora recebe o FC Porto, no Porto Canal.
🏀 Também às 19h, em basquetebol, há dérbi Benfica-Sporting, na RTP2.

- Sábado, 20
⚽ Prossegue a 24.ª jornada da Liga portuguesa, com destaque para o Portimonense-FC Porto, às 18h, e para o Sporting-Vitória Guimarães, às 20h30.

- Domingo, 21
⚽ É dia de muitos jogos, mas o destaque vai para Braga-Benfica, às 20h.

Hoje deu-nos para isto

Neymar foi formado no Santos, clube brasileiro em que jogou até 2013

Neymar foi formado no Santos, clube brasileiro em que jogou até 2013

MAURICIO LIMA

É certo que Messi e Ronaldo ainda estão aí para as curvas, mas quando se pensa num sucessor para os dois maiores da última década no futebol mundial, o primeiro nome a surgir ainda é o daquele rapazinho que começou a brilhar no Santos aos 17 anos.

Faz hoje 12 anos que Neymar Júnior marcou o primeiro golo da sua carreira, frente ao Mogi Mirim, no Paulistão.

Desde então, no Barcelona e no PSG, o internacional brasileiro, agora já com 29 anos, faz o que poucos fazem hoje em dia no futebol: entretém o público, com malabarismos que surpreendem até o mais atento dos defesas, que normalmente só o conseguem parar à paulada. E que nos deixam sem entretenimento.

Leia também

Neymar: até quando você vai levando porrada, porrada?

Pela terceira vez em quatro anos, uma lesão vai impedir Neymar de jogar os oitavos-de-final da Liga dos Campeões com o Paris Saint-Germain. A última foi provocada por uma entrada dura contra o brasileiro, que já sofreu 945 faltas desde 2013, ano em que chegou ao Barcelona e passou a haver um padrão: em oito épocas, ninguém sofreu mais faltas nas provas da UEFA do que Neymar

PS: Hoje é o dia em que a Tribuna Expresso passa a ter artigos exclusivos para assinantes. Não serão todos, mas os que valorizam a experiência do leitor que nos segue e permitiu tornar relevante esta marca do Expresso nascida em 2016. Fique connosco, acredite no jornalismo livre e independente. Nós prometemos continuar a fazer diferente.

Tenha uma boa semana, desconfine com ponderação e, no entretanto, acompanhe a Tribuna diariamente no site, no semanário Expresso e no Twitter, no Facebook e no Instagram: @TribunaExpresso.