Tribuna Expresso

Perfil

Opinião

Rita Nunes

Rita Nunes

Diretora Estudos e Projetos COP

Pela salvaguarda e proteção do património desportivo

Todas as sextas-feiras, a Tribuna Expresso publica uma opinião em parceria com o Comité Olímpico de Portugal, sobre o universo desportivo no nosso país. Hoje, escreve Rita Nunes, diretora de Estudos e Projetos do COP

Rita Nunes

A exposição sobre a carreira e vida do primeiro campeão olímpico português pode ser visitada gratuitamente no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa

Partilhar

O património desportivo é um legado de valor inestimável, muito vasto e disperso geograficamente, onde a singularidade, mas também a diversidade é extensa. Integram este património todos os bens materiais e imateriais de reconhecido interesse para a construção da identidade e memória desportiva.

Com a missão de preservar a história e a memória do desporto em Portugal, nomeadamente no que diz respeito ao Movimento Olímpico, o Comité Olímpico de Portugal tem vindo a desenvolver diversos projetos e a realizar ações concretas neste domínio.

Como expoente máximo destas iniciativas destaca-se o Arquivo Histórico. Neste espólio de inegável riqueza podemos encontrar documentação produzida e recebida ao longo de mais de cem anos, documentos e imagens de personalidades desportivas que marcam a história, Chefes de Estado, Presidentes do Comité Olímpico nacional e internacional, Atletas Olímpicos, e ainda outras personalidades de relevo, quer político, quer desportivo.

Através do estabelecimento de parcerias tem sido possível fazer o tratamento de filmes, trajes olímpicos e materiais desportivos. As doações pessoais e institucionais, que têm acontecido ultimamente, têm permitido dar continuidade a este desígnio da salvaguarda do património desportivo.

Pretende-se assim, com a colaboração das mais diversas entidades e personalidades, aprofundar o conhecimento do Movimento Olímpico em Portugal como elemento crucial para a valorização do desporto, reforçando o envolvimento da sociedade portuguesa em torno das dimensões educativas, sociais e culturais expressas no património e legado histórico do Olimpismo.

Para dar a conhecer este vasto património e sensibilizar a comunidade educativa para a importância da preservação da história e da memória implementaram-se ações no âmbito da Educação Olímpica. São já 161 estabelecimentos de ensino e 407 os professores que, utilizando conteúdos previamente preparados pelo Comité Olímpico de Portugal, trabalham diretamente com os seus alunos, nas diferentes áreas curriculares, desde o 1.º ciclo ao nível universitário.

Trabalhar a Educação Olímpica a partir deste vasto e rico património é construir um caminho por um tempo que é passado e é presente pois, apesar de distante na cronologia, carrega em si proximidades com representações, conceitos, formulações teóricas, construções estéticas, políticas e ideológicas desse tempo que é hoje e que é nosso.

Pretende-se, ao fomentar a investigação, o conhecimento e a memória da história do Movimento Olímpico em Portugal, que faz parte da nossa história e do percurso desportivo do nosso País, contribuir para a Valorização Social do Desporto.

O legado patrimonial do desporto é uma parte da sua história. Protegê-lo e valorizá-lo é respeitar a memória desportiva de um país.