Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
  • Exclusivo: Rui Pinto estava a colaborar com a justiça francesa antes de ser preso
    Football Leaks

    O português que foi detido na Hungria por indícios de tentativa de extorsão e acesso ilegítimo a dados informáticos tinha iniciado uma colaboração com o Ministério Público francês e preparava-se para começar a fazer o mesmo com um procurador na Suíça. Tribunal húngaro determinou esta manhã que Rui Pinto vai ficar a aguardar em prisão domiciliária uma decisão sobre se irá ou não ser extraditado para Portugal