Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Gestão? Sérgio Conceição recusa: "Eu não poupo nada, nem dinheiro poupo, veja lá, sou um mãos abertas"

Em declarações à RTP após a vitória por 2-0 frente ao Belenenses SAD, Sérgio Conceição deixou durante vários momentos críticas ao relvado do Dragão. Sublinhou ainda o bom jogo da sua equipa e recusou ter poupado jogadores para a Champions

Tribuna Expresso

Jose Coelho/LUSA

Partilhar

Jogo difícil

"Ultrapassámos um adversário sempre incómodo e difícil. Fizemos um bom jogo, criámos várias situações e condicionámos o Belenenses, naquilo que gosta e sabe fazer. Estão de parabéns os meus jogadores. Hoje na imprensa desportiva parecia que o jogo grande da Taça era outro, mas fica aqui o registo de um jogo muito acima da média, num relvado difícil"

Relvado

"Na segunda parte o relvado ficou muito pesado, ficou difícil a bola circular. Jogámos praticamente 70% do tempo no meio campo adversário e é importante ter um relvado em condições porque a posse de bola, para criar situações e movimentos e tudo aquilo que é a dinâmica da equipa, é prejudicada por isto. Minimizámos o risco, fomos atrás daquilo que queríamos que era ganhar o jogo frente a um adversário bem orientado e que normalmente cria dificuldades aos grandes. Se não fossemos fiéis aos nossos princípios de condicionar o jogo do Belenenses, poderíamos ter tido algumas dificuldades hoje, mas isso não aconteceu"

Poupanças para a Champions?

"Eu não poupo nada, nem dinheiro poupo, veja lá, sou um mãos abertas. Para mim era importante hoje estarem aqueles jogadores que estiveram comigo estes 15 dias… todos dão garantias mas eu preparei o jogo com determinados jogadores. Achei que este onze era o melhor para defrontar o Belenenses"

Cíclo cheio

"Jogar de três em três dias é bom, eu gosto. Ajuda a equipa a crescer. Mas precisamos de um relvado que nos dê essas condições. Eu sei que hoje era difícil, por causa das condições climatéricas dos últimos dias, mas nós somos o FC Porto e eu ainda me lembro que o melhor relvado que apanhei enquanto jogador foi o do antigo Estádio das Antas. Chovesse o que chovesse aquele relvado era fantástico"