Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

“Às vezes também me apetecia rasgar a camisa em frente de alguns comentadores”

Sérgio Conceição, no seu melhor estilo, sobre a insatisfação dos adeptos após o jogo com o Rio Ave, sobre a possibilidade de se ir embora do FC Porto e, claro, sobre Casillas: “O plantel ficou chocado”. O FC Porto - Desportivo das Aves disputa-se no sábado, às 20h30

Tribuna Expresso

MIGUEL RIOPA/Getty

Partilhar

O Aves e Inácio

“Temos que dar uma resposta de acordo com aquilo que é o FC Porto e ganhar ao Desportivo das Aves. O Aves tem vindo a fazer uma segunda metade de temporada fantástica. Se formos apenas os pontos da segunda volta, o Aves é o quinto classificado, atrás do Braga. Está muito acima da média. Depois do Inácio pegar na equipa, esta começou a apresentar resultados muito positivos, especialmente fora de casa.”

O engenheiro portista

O engenheiro [Luís Gonçalves, diretor geral do futebol do FCP] é um portista como eu e muitos outros. As palavras [elogios a Sérgio Conceição] foram uma surpresa para mim, são palavras bonitas que a mim não me fazem muita diferença, porque trabalho diariamente com ele, pode dizer-me diretamente o que pensa. São palavras de quem vive apaixonadamente o clube.

Os assobios

“Os anos vão passando e nós vamos ganhando alguma maturidade. Às vezes também me apetecia rasgar a camisa em frente de alguns comentadores que percebem menos de futebol do que eu de golfe ou de advocadia. Esta é uma época à FC Porto. Vamos à final da Taça, estivemos na final da Taça da Liga, ganhámos a Supertaça e vamos disputar o campeonato até ao último jogo. Já disse antes do jogo com a Roma que o FC Porto é um clube de top mundial e veio a verificar-se que realmente somos grandes e aproveito para dar os parabéns ao Mário Silva. Somos campeões da Europa de sub-19 e isso é que é importante."

Ir embora

“[sobre ter dito que faria as malas e ia embora] Tenho de fazer várias malas, porque tenho cinco filhos! Não foi uma reação a quente ou a frio, eu sou aquilo que sou, tenho apenas uma palavra. Se o presidente achar que eu devo ficar e se eu achar que nós temos condições para lutar por títulos, fico porque gosto muito do FC Porto”.

Casillas

“Estávamos no meio de um exercício de treino com os dois guarda-redes a trabalhar no campo; o Iker estava a fazer outro tipo de trabalho. Percebi que ele estava em dificuldade quando o fisioterapeuta já tinha chamado os companheiros e o doutor [Nelson Puga]. Naquele momento, não achei que fosse muito grave, pensámos que fosse uma indisposição. O plantel ficou chocado”