Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição: "Aqui não jogam jogadores porque custaram milhões. Marchesín jogou porque me deu garantias"

Técnico do FC Porto não esteve no banco na vitória frente ao Krasnodar por 1-0, mas ficou feliz por ver a sua equipa compacta e decidida e pelo plano de jogo ter sido cumprido

Tribuna Expresso

JOSE COELHO/LUSA

Partilhar

O jogo

“Conseguimos condicionar o adversário naquilo que mais gosta de fazer, que é ter bola e controlar o jogo e nesse sentido a nossa 1.ª parte foi boa. Pecámos em algumas ocasiões no último passe, mas isso são situações que são normais, pela falta de conhecimento que há num início de época. Se tivéssemos sido um pouco mais assertivos poderíamos ter feito mais golos, mas o mais importante foi ver um FC Porto compacto e decidido. Felicito os meus jogadores por terem feito aquilo que era pretendido”

Opção por Marchesín

“Aqui não jogam jogadores por terem custado muitos milhões ou porque são da formação. O que interessa, para mim, é estarem na melhor forma dentro dos jogos que vamos tendo pela frente. O Marchesín jogou porque me deu garantias e porque tem experiência”

Favoritismo

“Ainda estamos a meio da eliminatória. Não devemos desvalorizar o Krasnodar, uma equipa muito positiva, que investiu muito para seguir em frente. Agora temos de nos concentrar para o jogo de Barcelos, no próximo sábado, o arranque do campeonato é muito importante”

Nakajima de fora

“São escolhas que faço em função do jogo que vamos ter, projetando também um pouco as opções que posso ter para responder em campo. No próximo jogo as opções podem passar por outros jogadores. Temos um plantel forte e competitivo, que dá garantias”