Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

“O meu lugar está à disposição do presidente. Não há união dentro do FC Porto”

Sérgio Conceição disparou na flash interview após a derrota na final da Taça da Liga, diante do Braga

Tribuna Expresso

MARIO CRUZ

Partilhar

Visivelmente agastado, o treinador do FC Porto Sérgio Conceição disparou na flash interview, deixando no ar alguns problemas internos que possam estar a condicionar o clube. “Estou a dizer que é preciso responsabilidade coletiva, a começar por mim. Não estou a falar do grupo de trabalho, mas de toda a gente. Porque é difícil trabalhar em determinadas condições. No primeiro ano sem reforços e sem dinheiro [FC Porto foi campeão]. No segundo com falta de verdade desportiva [Benfica foi campeão]. E este ano sem união dentro do clube. Fica difícil... Neste momento o meu lugar está à disposição do presidente”

Antes, sobre o golo que deu o triunfo ao Braga, Conceição dissera o seguinte: “Eu não vi o golo, mas foram alguns ressaltos e a bola ficou no jogador do Braga na última jogada. Mais uma vez, houve infelicidade, num jogo que podia ter caído para qualquer lado. Foi um jogo de grande intensidade e o Braga mais uma vez demonstrou características que durante a época não se veem normalmente”.